JORNAL DAS DEZ, DA GLOBONEWS, ENTREVISTA AUTORA DE “A CORAGEM DE CRESCER”

Maria_de_MeloA psicoterapeuta Maria de Melo, autora A coragem de crescer – Sonhos e histórias para novos caminhos (Editora Ágora), deu entrevista para o Jornal GloboNews – Edição das 10h, da Globonews. Na entrevista, ela falou sobre a dificuldade de tomar decisões. Assista ao vídeo: http://goo.gl/aDJNUY.

O caminho da evolução pessoal nem sempre é suave, mas pode ser amenizado com instrumentos como o autoconhecimento, a intuição e a capacidade de superar dificuldades. O grande dilema é: como acessar e utilizar essas ferramentas no cotidiano? No livro A coragem de crescer, 20115a psicoterapeuta se dirige àqueles que buscam entender melhor a si mesmos e aos que os cercam, usando principalmente os sonhos para despertar a consciência de cada um.

Não se trata, porém, de um livro de autoajuda – no sentido mais superficial do termo. A ideia é nos fazer enxergar nossas fontes de energia, nossos talentos únicos. Mostrando que nem sempre a racionalidade e a lógica são as respostas, a autora utiliza os sonhos como um canal de comunicação intuitivo e natural. Segundo ela, ao nos revelar a linguagem do psiquismo, os sonhos iluminam não apenas os dilemas ou as oportunidades que atravessamos no momento, mas também a forma como nossa alma encara essas situações. “Nos sonhos estão refletidos os lados mais intrincados da vida e também os caminhos mais valiosos para uma consciência maior do que se passa”, diz a psicoterapeuta.

Dividida em quatro partes, a obra pretende compor esse mutirão de esperança na criação de um novo campo de transformação emocional. “Os sonhos são bússolas sensíveis que apontam constantemente a direção que estamos tomando, na vida pessoal e no planeta. Também podem revelar com muita antecedência o padrão de funcionamento que nos levará a adoecer, sugerindo como mudá-lo. Assim, temos de aprender a entendê-los, conhecer seus códigos de acesso”, afirma a autora nos capítulos em que demonstra como se tornar um bom sonhador.

Para saber mais sobre o livro, acesse:
http://www.gruposummus.com.br/gruposummus/livro/1336/Coragem+de+crescer,+A

JORNAL DAS DEZ, DA GLOBONEWS, ENTREVISTA KLECIUS BORGES NESTA SEXTA, 9 DE AGOSTO

O psicólogo Klecius Borges será entrevistado nesta sexta-feira, dia 9 de agosto, no Jornal GloboNews – Edição das 10h. Na entrevista, ele fala sobre a reação da família quando o filho assume a homossexualidade. Não perca!

Em seu novo livro – Muito além do arco-íris (Edições GLS), lançado em maio deste ano, Klecius  apresenta uma seleção de casos tratados de uma perspectiva não heternormativa. Segundo o psicólogo, as questões sobre relacionamento estão no topo da lista dos assuntos levados ao consultório. O que falta para esse público, diz ele, é informação, já que são raras as referências ou representações sobre a natureza dessas relações. Na obra, ele aborda assuntos como autoaceitação, visibilidade social, homofobia e preconceito, abrindo caminho para a autorreflexão e a transposição de barreiras na busca de uma vida mais equilibrada e feliz.

“Por mais que certas questões relacionais sejam comuns a todos os indivíduos, afirmar que casais são casais, não importando sua orientação e identidade sexual, é no mínimo um reducionismo. Para mim, essa atitude é inaceitável”, diz Klecius.  Segundo ele, essa afirmação desconsidera as dinâmicas psíquicas e sociais envolvidas nas vivências e experiências de indivíduos e casais submetidos a uma cultura não apenas heteronormativa, mas muitas vezes opressora e dominada, ainda hoje, por práticas e atitudes fortemente discriminatórias.

Ao longo da obra, o autor fala sobre temas difíceis, como modelos de relacionamento, modalidades de casamento, traição, ciúme, luto, identidade sexual, compulsão sexual, solidão, homofobia internalizada, o ódio de si mesmo, a idealização do amor pelo outro.

Os casos relatados no livro são uma mistura de histórias e de pacientes que buscam uma solução para os seus conflitos. “Questões como visão patológica da sexualidade e preconceito em relação ao casamento entre pessoas do mesmo sexo e à homoparentalidade, entre outras, além de específicas desse grupo, carregam em si um elevado teor emocional que requer uma escuta distinta”, avalia o psicólogo.

Para saber mais sobre o livro, acesse:
http://www.gruposummus.com.br/gruposummus/livro/1338/Muito+al%C3%A9m+do+arco-%C3%ADris