ÊNIO BRITO PINTO AUTOGRAFA NO INSTITUTO GESTALT DE SÃO PAULO, EM SÃO PAULO

A Summus Editorial e o Instituto Gestalt de São Paulo (IGSP) promovem no dia 23 de maio, sábado, das 17h às 20h, o lançamento do livro Elementos para uma compreensão diagnóstica em psicoterapia – O ciclo de contato e os modos de ser. O psicoterapeuta Ênio Brito Pinto, autor da obra, receberá amigos e convidados no instituto, que fica na Rua Ferreira Araújo, 652 – Pinheiros, São Paulo. Na mesma noite, ele também lança Orientação sexual, da Ideias e Letras.

11010Um dos fundamentos da psicoterapia, a compreensão diagnóstica é uma das atividades mais importantes e complexas desempenhadas pelos profissionais no processo terapêutico em todas as abordagens. Esse é o foco do livro Elementos para uma compreensão diagnóstica em psicoterapia. Partindo desse pressuposto, Ênio utiliza o ciclo de contato, adaptado do modelo proposto por Jorge Ponciano Ribeiro, para distinguir oito estilos de personalidade: o dessensibilizado, o defletor, o introjetor, o projetor, o profletor, o retrofletor, o egotista e o confluente.

“O conhecimento do estilo dos clientes facilita a descoberta do melhor caminho para que a terapia lhes seja útil”, afirma o psicoterapeuta. Única na Gestalt-terapia mundial, a obra inova ao trazer uma importante ferramenta para o trabalho psicoterapêutico em diversas abordagens. Em linguagem simples, o autor trata de um aspecto ainda pouco explorado na Gestalt-terapia e se fundamenta na ideia de que um bom diagnóstico é a melhor maneira de se começar a realçar a singularidade de cada cliente, início do processo de ajudá-lo a se apossar dessa singularidade e desenvolvê-la ao máximo a cada momento da vida.

Inspirado nas palavras de Frederick Perls, o autor faz uma ampliação do modo de se utilizar a compreensão diagnóstica em psicoterapia e propõe o uso do ciclo de contato como um fundamento para a construção de um referencial tipológico. “O conhecimento do próprio estilo por parte do terapeuta facilita o abrandamento das próprias cristalizações e das cristalizações dos clientes, de maneira que a pessoa possa, mais e mais, reagir a cada situação, abdicando da repetição compulsória de vivências e comportamentos”, explica o psicoterapeuta.

“Não se trata de uma continuação do trabalho de Perls, embora todo o meu modo de pensar esteja em grande parte sustentado nos trabalhos e nas ousadas ideias dele e daqueles que o ajudaram a iniciar a abordagem gestáltica em psicologia”, revela o autor. Fundamentado em algumas ideias de Perls, Ênio vem desenvolvendo um caminho próprio com o intuito de contribuir para o desenvolvimento da abordagem.

Para saber mais sobre o livro, acesse:
http://www.gruposummus.com.br/gruposummus/livro/1412/Elementos+para+uma+compreens%C3%A3o+diagn%C3%B3stica+em+psicoterapia

Convite Elementos_para_uma_compreensão_e_Orientação_sexual

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*