‘5 MITOS E VERDADES SOBRE PILATES QUE VOCÊ PRECISA SABER’

O pilates é um exercício físico bastante recomendado para quem quer cuidar do corpo e não é fã das academias convencionais

Apesar de ser uma atividade relativamente nova no Brasil, com 26 anos de atuação no país, o pilates já ganhou bastante popularidade e atinge cada vez mais adeptos. As aulas ajudam a melhorar a flexibilidade, a postura, o fortalecimento dos músculos e a emagrecer. Porém, alguns mitos sobre a atividade ainda circulam por aí, impedindo que muita gente conheça os benefícios da prática por preconceito ou falta de conhecimento. Outro ponto que pode pesar é o peço, já que para praticar pilates é preciso investir uma quantia considerável por mês. O preço médio, em São Paulo, varia entre R$ 200 a R$ 600 (semanal ou três vezes na semana), dependendo da região, e se as aulas são particulares ou em grupo. O educador físico Douglas Paiva, também fundador da Pure Pilates, respondeu pra gente algumas questões sobre o exercício.

Sobre os valores, ele comenta: “O pilates muitas vezes é visto como uma atividade cara porque é comparado às aulas de academia, em que muitas pessoas são atendidas pelo mesmo instrutor. Porém, as turmas são enxutas, com no máximo com três alunos, o que acaba tornando as aulas mais personalizadas e, consequentemente, com resultados mais satisfatórios. Além disso, se você comparar com uma sessão de fisioterapia, no caso de praticar pilates para reabilitação, o valor acaba se tornando justo. Outro ponto que deve ser levado em conta é o investimento na prevenção de doenças, que quando instauradas acabam saindo muito mais caro do que as sessões.”

Pilates é só alongamento? O Pilates também é alongamento mas não se resume a isso como muitas pessoas pensam. Grávidas não devem praticar Pilates A não ser que haja alguma recomendação médica em casos de gravidez de risco, Pilates pode e deve ser praticado por grávidas. Pilates é coisa de mulher Pilates é coisa de mulher, mas também de homem. Para começar, ele foi criado por um homem, Joseph Pilates, que aplicou a técnica nele mesmo, obtendo ótimos resultados. Até um tempo atrás os estúdios eram dominados pela classe feminina, culturalmente mais preocupada com a saúde e estética, mas de um tempo pra cá a realidade mudou. Idosos não devem praticar Pilates

O pilates é um ótimo aliado dos idos e deve sim ser praticado por quem não tenha restrição médica. Além de proporcionar mais autonomia e energia ao praticante, que geralmente possui limitações, previne doenças típicas da terceira idade.

Pilates solo e pilates em estúdio são a mesma coisa Não são, apesar de terem a mesma essência. O pilates solo não conta com o apoio de equipamentos e exige do aluno um controle maior, já que tudo depende da força do próprio corpo. Algumas vezes são usadas bolas ou outros acessórios para diversificar os exercícios. No pilates em estúdio existem os equipamentos para a realização das aulas, que permitem aumento de carga e personalização deacordo com o objetivo de cada um.Ambas atividades são benéficas, vale verificar qual delas mais se encaixa com o seu perfil.

Matéria publicada originalmente na Revista Viva Mais. Para acessá-la na íntegra: http://vivamais.uol.com.br/noticias/viva-saudavel/5-mitos-e-verdades-sobre-pilates-que-voce-precisa-saber.phtml

……………………………………………..
***

Para saber mais sobre pilates, conheça os livros da Summus:

O CORPO PILATES
Um guia para fortalecimento, alongamento e tonificação sem o uso de máquinas
Autora: Brooke Siler

O método desenvolvido por Joseph Pilates prioriza os movimentos realizados sem aparelhos, utilizando o corpo como ferramenta única e para desenvolver força, resistência e flexibilidade. Neste livro, encontramos a sequência de movimentos fiéis às intenções originais de Pilates, com instruções e desenhos explicativos precisos e esclarecedores.

 

DESAFIOS DO CORPO PILATES
Na academia, em casa e no dia a dia
Autora: Brooke Siler

Um programa de condicionamento físico deve possibilitar força, flexibilidade e condicionamento cardiovascular. Partindo das práticas de Pilates no solo, descritas em O corpo Pilates, Brooke Siler demonstra neste livro de que forma esses objetivos podem ser atingidos em um mesmo programa de exercícios. Também propõe algumas formas de levar para o dia-a-dia, sob supervisão de um orientador, os princípios de controle corporal do Pilates.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*