‘MINDFULNESS TEM PODER DE ALIVIAR A DOR CRÔNICA; VEJA DICAS PARA PRATICAR’

Matéria publicada originalmente no UOL VivaBem, em 03/02/2019.

A dor crônica algumas vezes é insuportável e atrapalha muito a rotina das pessoas, prejudicando inclusive a saúde mental. Mas cientistas do Canadá revelam que o mindfulness é uma promissora alternativa para combater o problema.

Segundo o estudo publicado no BMJ (British Medical Journal), a prática de atenção plena é capaz de diminuir a intensidade da dor e o sofrimento psicológico causado por ela.

Para chegar a essa conclusão, a pesquisa comparou o “poder” do mindfulness para aliviar a dor crônica com o da terapia cognitivo-comportamental – método muito recomendado pelos médicos para combater o problema, mas que não funciona com todos os pacientes.

Os pesquisadores analisaram 21 ensaios clínicos que reuniram um total de 2.000 participantes entre 35 e 65 anos –a maioria mulheres – que usaram uma das técnicas para tratar problemas crônicos como fibriomialgia, dor lombar, artrite reumatóide e osteoartrite.

O trabalho científico revelou que tanto o mindfulness quanto a terapia cognitivo comportamental melhoraram consideravelmente o funcionamento físico dos participantes e reduziram a dor e a depressão relacionada à dor.

“O midfulness pode ser uma solução adicional aos pacientes com dor crônica, uma vez que se mostra promissora em diminuir a intensidade da dor e o sofrimento psicológico”, Eve-Ling Khoo, principal autora do estudo.

Como praticar?

Marcelo Demarzo, professor do departamento de medicina preventiva e coordenador do Mente Aberta da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), explicou em reportagem publicada no UOL VivaBem que os benefícios do mindfulness podem ser obtidos com 40 ou 5 minutos de prática, o importante é tirar um tempo do dia para fazer isso. Veja algumas táticas que podem ajudar você a alcançar a atenção plena:

  • Encontre um lugar ideal: para se concentrar é importante escolher um lugar silencioso e com poucas distrações. Deixe o celular longe e desligue a televisão para não ter interferências.
  • Escolha a pose: ache uma posição confortável para não ter incômodos durante a meditação. Você pode ficar deitado ou sentado, com olhos abertos ou fechados, o que for melhor para você.
  • Mantenha o controle: comece observando as sensações corporais, como o contato com o solo e a temperatura da pele. Aos poucos, concentre nos movimentos do corpo durante a respiração: no tórax e abdômen, na sensação do ar nas narinas.
  • Drible distrações mentais: se aparecer alguma distração, pensamento ou preocupação, apenas perceba e deixe passar, sem se prender ou julgar, e volte a se concentrar na respiração.
  • Antes do fim: depois de focar ao máximo na respiração, volte sua atenção para as sensações corporais e aos poucos termine a prática.
  • Internet pode ajudar: existem aplicativos e sites que podem ajudar iniciantes. Você pode usar o app gratuito HeadSpace ou ouvir uma técnica meditativa de pouco mais de três minutos do centro Mente Aberta.

Para ler na íntegra, acesse: https://vivabem.uol.com.br/noticias/redacao/2019/02/03/mindfulness-e-alternativa-promissora-para-combater-dor-cronica.htm

***

 

Tem interesse pelo assunto? Conheça o livro da Summus que trata especificamente do tema:

VIVA BEM COM A DOR E A DOENÇA
O método da atenção plena
Autora: Vidyamala Burch
SUMMUS EDITORIAL

A dor crônica e a doença podem minar a qualidade de vida de quem sofre com elas. Visando orientar tais pessoas, Vidyamala Burch oferece neste livro um método revolucionário para aliviar o sofrimento causado por diversas enfermidades e pelo estresse. Baseada na atenção plena (mindfulness) e na ideia de viver cada momento, ela apresenta técnicas de meditação e respiração profunda que combatem a dor e aumentam a sensação de bem-estar. Prefácio da edição brasileira de Stephen Little, diretor do Centro de Vivência em Atenção Plena e professor da sucursal brasileira da School of Life.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*