‘O QUE É A POTÊNCIA ORGÁSTICA, SEGUNDO A TEORIA DO ORGASMO’

Artigo de Regina Navarro publicado originalmente em seu blog
no UOL Universa, em 24/11/2019.

Para o psicanalista austríaco Wilhelm Reich (1897-1957) as enfermidades psíquicas são a consequência do caos sexual da sociedade, já que a saúde mental depende da potência orgástica, isto é, do ponto até o qual o indivíduo pode se entregar e experimentar o clímax de excitação no ato sexual.

Ele tinha total convicção da importância do orgasmo para a saúde física e mental, bem como para evitar as neuroses. A partir da observação de seus pacientes, concluiu que aqueles que passavam a estabelecer relações sexuais mais prazerosas apresentavam melhoria do quadro clínico.

Baseado nisso, Reich desenvolve a teoria do orgasmo, na qual somente a satisfação sexual intensa consegue descarregar a quantidade de libido necessária para evitar a formação de acúmulo de energia, gerador da neurose.

Argumentou que era a total inaptidão dos neuróticos para descarregar a energia sexual, completamente e com satisfação, durante o orgasmo, que criava a obstrução de energia que mantinha viva a neurose.

Ele acreditava que se as sociedades civilizadas permitissem que a vida fosse mais livre, e o ser humano vivesse com mais prazer, muitos problemas emocionais e até mesmo muitas doenças físicas jamais ocorreriam.

O sofrimento para ele é, em princípio, desnecessário, só sendo produzido pelas limitações sociais impostas à vida e à sabedoria do corpo. Até Reich, muitos psicanalistas acreditavam que se um homem tivesse ereção e realizasse o ato sexual era potente. Um distúrbio sexual seria facilmente identificável no homem que sofresse de disfunção erétil, ou na mulher com ausência de orgasmo.

Não era difícil concluir então que os neuróticos poderiam ter uma vida sexual normal. Reich pôs em questão a normalidade e a autenticidade de grande parte daquilo que passa por sexo normal, porque não haveria total descarga da libido durante o ato sexual.

Para ler na íntegra, acesse: https://reginanavarro.blogosfera.uol.com.br/2019/10/24/o-que-e-a-potencia-orgastica-segundo-a-teoria-do-orgasmo/

***

Tem interesse pelo assunto? Conheça alguns livros do Grupo Summus que abordam a psicologia reichiana:

NOS CAMINHOS DE REICH
Autor: David Boadella
SUMMUS EDITORIAL

O interesse cada vez maior sobre a vida e o trabalho de Wilhelm Reich é indiscutível. Neste livro, David Boadella, com sua capacidade de exploração e pesquisa, percorre a vida de Reich de maneira profunda e esclarecedora, apresentando-nos verdadeiro tesouro de fatos e interpretações.

SEXO, REICH E EU
Trabalho corporal em psicoterapia – Fundamentos e técnicas
Autor: José Ângelo Gaiarsa
EDITORA ÁGORA

Este texto é uma reflexão sobre questões de sexualidade, no qual o autor faz inclusive depoimentos pessoais, tocantes e honestos.
Embora seja a quinta edição da obra, ela está maior, pois foi acrescida de partes de um outro livro. Para leigos e profissionais da área.

COURAÇA MUSCULAR DO CARÁTER (WILHELM REICH) EDIÇÃO REVISTA
Autor: José Ângelo Gaiarsa
EDITORA ÁGORA

Partindo do pressuposto de que movimentos corporais influenciam nossas atitudes diante do mundo, José Angelo Gaiarsa apresenta ao leitor um profundo estudo a respeito da relação entre corpo e comportamento. Baseando-se em estudos da biomecânica, da cinesiologia, da anatomia e das neurociências, o autor afirma que a forma como agimos ao longo da existência deixa marcas em nossa postura, marcas essas cujo significado psicológico costuma ser negativo. Para tanto, propõe ao fim do volume exercícios de desencouraçamento que liberam os movimentos e nos ajudam a recobrar a espontaneidade.

REICH: O CORPO E A CLÍNICA
Autor: Nicolau Maluf Jr.
SUMMUS EDITORIAL

Esta coletânea desenvolve a noção do ser humano como organismo bio-psíquico. Trata-se de um corpo emocional percorrido por fluxos percebidos como afetos. Esse corpo real, no qual se estabelecem tensões crônicas – as “amarras da personalidade” – constitui terreno fértil para a visualização das teorias reichianas bem como para a prática clínica que elas originam.

REICH
História das Idéias e Formulações para a Educação
Autor: Paulo Albertini
EDITORA ÁGORA

Amplia-se cada vez mais o interesse pela psicologia reichiana e este livro vem atender a uma demanda antiga dos profissionais e estudiosos da área. Partindo de uma análise estrutural e histórica dos escritos reichianos, o autor nos apresenta o desenvolvimento da obra de Reich até 1934 e elabora uma inédita interpretação de suas formulações sobre a educação.

CARACTEROLOGIA PÓS-REICHIANA
Autor: Federico Navarro
SUMMUS EDITORIAL

Este livro retoma e amplia o discurso de Reich sobre a formação e a descrição do caráter, tendo como referência clínica pós-reichiana. O autor esclarece as definições de temperamento e caráter, descreve a caracterialidade vinculada aos bloqueios nos diferentes níveis do corpo e aos actings da vegetoterapia caractero-analítica, bem como os traços energéticos do corpo característicos de cada patologia.

FREUD E REICH: CONTINUIDADE OU RUPTURA?
Autor: Claudio Mello Wagner
SUMMUS EDITORIAL

O objetivo deste livro é verificar se as diferenças entre Freud e Reich, efetivamente, implicam uma ruptura entre ambas as escolas ou se podem ser superadas. O fio condutor do pensamento do autor é a análise dessas diferenças, revelando que em muitas circunstâncias os motivos responsáveis pela ruptura foram muito menos de caráter teórico, mas resultado de atitudes políticas ou pessoais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*