AUTORAS DE O FEMININO E O SAGRADO DÃO ENTREVISTA À TEDxVILAMADÁ

Assista à entrevista de Cristina Balieiro e Beatriz Del Picchia, autoras de “O feminino e o sagrado”, com Mauricio Curi,  do grupo Educartis, organizador do TEDxVilaMadalena:

 

Para saber mais sobre o livro, clique aqui: http://www.gruposummus.com.br/gruposummus/livro/1208/Feminino+e+o+sagrado,+O

Saiba mais sobre o TED: http://www.ted.com/
Saiba mais sobre o TEDxVilaMadá: http://www.tedxvilamada.com.br/

BONS FLUIDOS DESTACA O LIVRO “O FEMININO E O SAGRADO”

A edição de julho da revista Bons Fluidos deu destaque para o livro O feminino e o sagrado – Mulheres na jornada do herói (Editora Ágora). A reportagem, intitulada “Nós temos a força”, traz entrevista de Beatriz Del Picchia e Cristina Balieiro, das autoras da obra. No livro, elas relatam a vida de quinze mulheres que, em busca da própria identidade, encontraram uma dimensão sagrada. São trajetórias fortes de mulheres que tiveram a coragem de ser fiéis a si mesmas, pagando às vezes um alto preço por isso. Veja a reportagem no link http://goo.gl/CIEkJ e aproveite para acompanhar outra entrevista das autoras para o programa Ressoar (http://goo.gl/En0aL ), da Record News http.

A história da humanidade e os mitos que a representam obedecem a uma ordem em que prevalecem valores e formas de pensamento nos quais homens e mulheres têm papéis distintos. Nesse universo, quem parte em jornada é o homem: a ele cabe o papel de herói. No livro, as autoras criam uma nova versão, em que mulheres reais e contemporâneas são as heroínas dessa trajetória. Na obra, o termo “sagrado” não tem sentido estritamente religioso, mas denota aquilo que dá um significado especial à existência.

O fio que liga os relatos é a análise de Joseph Campbell a respeito da Jornada do Herói, modelo mitológico que une a moderna busca da individualidade com a antiga busca da espiritualidade. “Encontramos na vida real uma relação direta com o mito. Dessa forma, mesclamos a vida com o mito e o mito com a vida. O próprio trabalho de elaboração desse livro também foi uma jornada”, explicam as autoras.

Foram entrevistadas mulheres de diversas crenças e profissões, como uma budista, uma xamã, uma médium, psicoterapeutas, uma vereadora, uma atriz e uma dançarina, entre outras. São elas: Ana Figueiredo, Andrée Samuel, Bettina Jespersen, Heloisa Paternostro, Jerusha Chang, Maria Aparecida Martins, Monica Jurado, Monika von Koss, Neiva Bohnenberger, Regina Figueiredo, Renata C. Lima Ramos, Rosane Almeida, Sandra Sofiati, Solange Buonocore e Soninha Francine.

Para saber mais sobre o livro, acesse:
http://www.gruposummus.com.br/detalhes_livro.php?produto_id=1208

Para conhecer o outro livro das autoras publicado pela Ágora, acesse:
http://www.gruposummus.com.br/detalhes_livro.php?produto_id=1302