Marcos Lacerda

Nascido em João Pessoa, em 28 de dezembro de 1968, Marcos Lacerda desenvolveu, desde cedo, um verdadeiro fascínio pela leitura. “Havia na casa dos meus pais uma grande estante apinhada de livros. Acho que li todos eles. Nessa época, ler era, para mim, a mais maravilhosa das brincadeiras. Foi assim que conheci as grandes obras da literatura brasileira e mundial.” Esse fascínio por narrativas continuou vida afora, não tanto sob a forma da escrita, mas principalmente sob a da escuta: motivo pelo qual se tornou psicólogo clínico e especializou-se em teoria psicanalítica. Algum tempo depois, durante um período de estudos em Paris, viu ressurgir em si o antigo desejo de uma carreira literária. Já na França, tomou nota do que, mais tarde, viria a constituir o roteiro para Um estranho em mim. De volta ao Brasil, dividindo-se entre as atividades no consultório, o término do mestrado em Psicologia Social e seus estudos como membro do Instituto de Estudos Psicanalíticos da Paraíba, entregou-se à tarefa de dar vida a Um estranho em mim (Edições GLS, 2008), romance que lhe valeu o prêmio Novos Autores Paraibanos (versão 98/99). Atualmente, além das atividades em seu consultório, Marcos Lacerda desenvolve pesquisas sobre a violência contra homossexuais, como aluno do doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Paraíba.

Livros deste autor

ATENÇÃO
Devido à pandemia de COVID-19, a qual nos impede de estimar e cumprir prazos de entrega, nossa loja está desabilitada para compra até que a situação se normalize. Você pode navegar normalmente, acompanhar nosso blog e comprar as obras nas lojas de nossos parceiros por meio dos links diretos na página de cada livro. Em breve nossa loja estará de volta e voltaremos a atendê-lo diretamente.

Exibindo 1 resultado

Um estranho em mim

Marcos Lacerda
R$65,70

Em estoque

Este romance nos conta a história de Eduardo, um bem-sucedido médico de meia-idade, e do seu amor por Alexandre, um garoto de 17 anos. Ousado e longe dos moralismos tradicionais, Um estranho em mim é um mergulho na alegria, no desespero, no abandono e na dor de quem já experimentou o que é amar – e perder.