Matthew Appleton

Psicoterapeuta corporal e psicólogo perinatal, dedica-se hoje a diversas abordagens corpo-mente, sobretudo à terapia craniossacral. Interessado desde a juventude no potencial humano, ele trabalhou por quase dez anos em Summerhill, onde cuidou de crianças e adolescentes. Ardoroso defensor da autorregulação e da educação democrática, dá palestras, cursos e workshops sobre diversas linhas de psicoterapia em Bristol, Inglaterra.

Livros deste autor

ATENÇÃO
Devido à pandemia de COVID-19, a qual nos impede de estimar e cumprir prazos de entrega, nossa loja está desabilitada para compra até que a situação se normalize. Você pode navegar normalmente, acompanhar nosso blog e comprar as obras nas lojas de nossos parceiros por meio dos links diretos na página de cada livro. Em breve nossa loja estará de volta e voltaremos a atendê-lo diretamente.

Exibindo 1 resultado

Summerhill

Uma infância com liberdade
Matthew Appleton
R$96,70

Em estoque

Fundada na Inglaterra em 1921 por Alexander Neill, Summerhill ficou conhecida como a escola mais livre do mundo. Nela, as crianças são encorajadas a tomar decisões e a desenvolver-se a seu ritmo. As aulas não são obrigatórias e os alunos podem escolher as matérias que desejam estudar. Baseado em diversos conceitos de seu amigo Wilhelm Reich, Neill acreditava que os aspectos emocionais dos seres humanos eram mais importantes que quaisquer outros, paradigma que predomina na instituição até hoje. Ao longo dos anos, Summerhill consolidou-se como uma escola democrática, onde crianças, adolescentes e adultos convivem em nível de igualdade e aprendem que o conceito de liberdade implica responsabilidade e empatia. Criticada por muitos, adorada por outros, mas sempre envolta em mitos, Summerhill é retratada neste livro por alguém que lá viveu por quase uma década. Trabalhando como pai – espécie de cuidador – de dezenas de alunos, Matthew Appleton aprendeu valiosas lições, que compartilha aqui com os leitores. Da dificuldade de manter a privacidade às assembleias democráticas, do desabrochar das crianças às mudanças constantes de regras e à autorregulação, Appleton constrói um rico relato, mostrando inclusive as tentativas do Ministério da Educação inglês de fechar a escola. E, claramente, toma posição: Summerhill é para ele, de fato, o melhor lugar para promover uma infância com liberdade.