ISBN: 9788532302823

Agência de propaganda e as engrenagens da história

Autor(es): Roberto Menna Barreto

Deixando de lado o falso glamour e a badalação comuns ao meio publicitário, Roberto Menna Barreto aborda o fascínio que a publicidade exerce sobre nós e desvenda o pacto entre sedutores e seduzidos que garante o funcionamento do capitalismo atual. O autor analisa o surgimento e a evolução da propaganda, enfocando-a como técnica de controle social. Das primeiras engrenagens da Revolução Industrial ao furor nazista e stalinista, ele mostra que a propaganda, mais que um componente do marketing moderno, fabrica cultura.

Em estoque

R$39,80

ISBN: 9788532302823

Assuntos: ,

Editora: Summus Editorial

Se preferir, compre este livro nos sites de nossos parceiros abaixo:



Detalhes do Livro

ISBN 9788532302823
REF: 10282
Edição 1
Ano 2006
Nº de Páginas 112
Peso 0.12 kg
Formato 12.5 × 17 cm

Roberto Menna Barreto


Roberto Menna Barreto

Roberto Menna Barreto formou-se pela Faculdade Nacional de Direito. Membro certificado da União Nacional de Analistas Transacionais e da Federação Nacional dos Jornalistas Profissionais, foi conselheiro da Universidade para a Paz, das Nações Unidas. Empresário e escritor, teve dezoito livros publicados, entre eles: Criatividade em propaganda (Summus, 1978, atualmente na 12ª edição); Criatividade no trabalho e na vida (Summus, 1997, eleito pela Câmara Brasileira do Livro uma das dez melhores obras na área de Administração, Economia e Negócios); Idéias sobre idéias (Summus, 2002); Por todos os continentes (Artes e Ofícios, 2003), O copy criativo (Qualitymark, 2004) e Deixa eu falar (Summus, 2006). Colaborador esporádico de várias publicações nacionais, entre as quais Gazeta Mercantil e Jornal do Brasil, conduziu, em todo o país, mais de 500 seminários de criatividade e gestão de pessoas. Conheceu 82 países, nos cinco continentes. Em 1987, morou em Berlim Ocidental, onde organizou mostra permanente de arte popular brasileira. Faleceu em 2015.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Agência de propaganda e as engrenagens da história”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *