ISBN: 9788572550482

Drogas

Perguntas e respostas

Autor(es): Ivan Mario Braun

Tudo que um leigo ou profissional iniciante precisa saber sobre as adições (vícios) está neste livro escrito por um psiquiatra conceituado. Ele trata de problemas com álcool, cigarro e drogas leves e pesadas com explicações específicas, inclusive sobre os princípios dos medicamentos mais utilizados na atualidade. Útil para o próprio doente, para os familiares e para profissionais que trabalham na área.

Em estoque

R$67,90

ISBN: 9788572550482

Assuntos: ,

Editora: MG Editores

Se preferir, compre este livro nos sites de nossos parceiros abaixo:

Detalhes do Livro

ISBN 9788572550482
REF: 50048
Edição 1
Ano 2007
Nº de Páginas 200
Peso 0.22 kg
Formato 14 × 21 cm

Ivan Mario Braun


Ivan Mario Braun

É médico pela turma de 1986 da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP). Completou a especialização em Psiquiatria em 1989 e o mestrado em Psiquiatria na FMUSP em 1996. Logo em seguida, desenvolveu uma pesquisa sobre o abuso de tranqüilizantes. Desde 2000, está associado ao Grupo Interdisciplinar de Estudos de Álcool e Drogas (Grea) do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas (USP). Foi supervisor de médicos-residentes entre 2001 e 2005. Atualmente é médico voluntário no Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas, onde supervisiona os psicólogos no Ambulatório de Jogo Patológico e atende os tabagistas no Grea. Em 2006, atuou também com dependentes de álcool e drogas no Espaço Fernando Ramos, em Diadema.

Leia o sumário e as primeiras páginas deste livro abaixo ou, se preferir, faça o download do PDF

Loader Loading...
EAD Logo Taking too long?

Reload Reload document
| Open Open in new tab

Download [52.33 KB]

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Drogas”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de…

Soltar as muletas

Um olhar diferente sobre as drogas e a adição
Hermann Schreck Malgor
R$67,90

Em estoque

Em 18 de junho de 1971, o então presidente dos Estados Unidos Richard Nixon declarou que a guerra às drogas – ilícitas, que fique bem claro – deveria ser prioridade em seu país. A partir de então, diversas nações do mundo, em maior ou menor grau, entraram nessa cruzada, que continua até hoje. No entanto, ao contrário do que se esperava, seus resultados são bastante questionáveis: aumento do consumo de drogas, explosão do número de mortes ligadas ao tráfico e enriquecimento estratosférico dos narcotraficantes. Por outro lado, substâncias consideradas legais – como tabaco, álcool e medicamentos controlados – continuam a provocar estragos na vida de centenas de milhares de pessoas. Os dependentes químicos são cada vez mais estigmatizados, ao mesmo tempo que o Estado e a sociedade os desprezam e ignoram. Quando não estão abandonados à própria sorte, são confrontados com ações compulsórias de tratamento e reclusão, em vez de usufruir de políticas públicas que lhes permitam recuperar a dignidade e a vontade de viver.Voz dissonante nesse campo, o psicólogo uruguaio Hermann Schreck Malgor analisa profundamente a questão da adição de outro viés: o de que as drogas não são o problema, mas a solução que os dependentes encontraram, naquele momento, para sobreviver a um intenso sofrimento emocional. Com ampla experiência clínica, baseada nos ensinamentos da Gestalt-terapia, o autor apresenta diversos relatos de casos em que a adição foi superada não mediante a abstinência ou a reclusão, mas quando dores antigas foram ouvidas, validadas e curadas. Em capítulos curtos e inteligentes, ele utiliza uma linguagem fluida e não técnica para nos trazer verdades extremamente incômodas, que nos farão questionar diversos paradigmas que repetimos há décadas quando o assunto é drogas.