ISBN: 9788587478344

Guerreiras de natureza

Mulher negra, religiosidade e ambiente - Coleção Sankofa - Volume 3

Organizador(es): Elisa Larkin Nascimento

Autor(es): Aderbal Moreira Ashogun, Carlos Moore, Clarice Novaes da Mota, Cristiane Cury, Dandara, Elisa Larkin Nascimento, Gizêlda Melo do Nascimento, Helena Theodoro, Hédio Silva Jr., José Flávio Pessoa de Barros, Lélia Gonzalez, Maria Lina Leão Teixeira, Mirian Goldenberg, Mãe Beata de Yemonjá, Nei Lopes, Sueli Carneiro

A mulher negra conquistou seu espaço na sociedade por meio de grandes lutas, testemunhadas neste volume por lideranças e pensadoras como Lélia Gonzalez, Sueli Carneiro, Hédio Silva Jr. e Helena Theodoro. A tradição religiosa afro-brasileira valoriza o papel da mulher e reúne uma sabedoria guardada por ela como protagonista da vida de sua comunidade. A tradição dos orixás cultiva uma rica e dinâmica relação com a natureza, antecedendo por milênios a repentina preocupação do Ocidente atual sobre o meio ambiente. Com apresentação de Mãe Beata de Yemonjá e ensaios de Dandara, Nei Lopes e Aderbal Moreira Axogum, entre outros, este volume explora as diversas implicações dessa tradição para a interação do ser humano com as forças da natureza. No processo, elucida várias dimensões do impacto negativo da intolerância religiosa na sociedade contemporânea.

Em estoque

R$88,00

ISBN: 9788587478344

Assuntos: ,

Coleção: Sankofa - Matrizes africanas da cultura brasileira

Editora: Selo Negro Edições

Se preferir, compre este livro nos sites de nossos parceiros abaixo:



Detalhes do Livro

ISBN 9788587478344
REF: 40034
Edição 1
Ano 2008
Nº de Páginas 272
Peso 0.32 kg
Formato 14 × 21 cm

Elisa Larkin Nascimento

Elisa Larkin NascimentoMestre em Direito e em Ciências Sociais pela Universidade do Estado de Nova York (EUA) e doutora em Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Preside o Instituto de Pesquisas e Estudos Afro-Brasileiros (Ipeafro), que fundou com Abdias Nascimento em 1981. O Ipeafro guarda o acervo de Abdias e das instituições que ele criou. Com base nesse acervo, o Ipeafro idealiza e organiza cursos, exposições e fóruns de educadores sobre o ensino da história e cultura de matriz africana. Curadora de exposições que mostram o conteúdo do acervo, Elisa Larkin Nascimento escreveu e organizou diversos livros sobre a cultura e história africana e afro-brasileira, inclusive os cinco volumes da Coleção Sankofa. Para contato, acesse o site www.ipeafro.org.br e curta a fã-page https://www.facebook.com/Ipeafro1

Aderbal Moreira Ashogun


Aderbal Moreira Ashogun

Baiano nascido no terreiro do Alaketu, é músico e consultor do Ibama para Práticas Religiosas em Unidade de Conservação e coordenador da Omo Aro Companhia Cultural. Coordena ofi cinas internacionais de cultura afro-brasileira. Produziu e tocou no CD Cantigas de candomblé (2000), gravando 57 cantigas na língua ioruba, com o intuito de preservá-las.

Carlos Moore


Carlos Moore

Doutor em Ciencias Humanas e doutor em Etnologia pela Universidade de Paris-7, na Franca. Pesquisador Titular Honorário (Honorary Research Fellow) na Escola para Estudos de Pós-Graduação e Pesquisa na Universidade do Caribe (UWI), Kingston, Jamaica. É autor de African presence in the Americas (1995); Castro, the blacks, and Africa (1989); Th is bitch of a life; Cette putain de vie (1982).

Clarice Novaes da Mota


Clarice Novaes da Mota

Tem formação em Psicologia Social, com doutorado em Antropologia Social pela Universidade de Texas e pósdoutorado em Etnobotânica pela Universidade de Califórnia (Berkeley). Professora do Instituto de Ciências Sociais da Universidade Federal de Alagoas, realiza pesquisa com ênfase em Etnobotânica Médica, Antropologia da Saúde e Antropologia do Meio-Ambiente.

Cristiane Cury


Cristiane Cury

Socióloga formada pela Universidade de São Paulo.

Dandara


Dandara

É autora de cinco filmes de curta metragem e do longa Negro ingrato – Vida e obra de Abdias do Nascimento (em fase de finalização). Pesquisa culturas florestais desde 1988, tendo produzido ou idealizado várias obras sobre o tema, como o show “Amor à natureza” (Eco-92), o romance A vingança das amazonas (inédito) e o curta Poemas florestais, que será filmado em 2008.

Elisa Larkin Nascimento


Elisa Larkin Nascimento

Mestre em Direito e em Ciências Sociais pela Universidade do Estado de Nova York (EUA) e doutora em Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Preside o Instituto de Pesquisas e Estudos Afro-Brasileiros (Ipeafro), que fundou com Abdias Nascimento em 1981. O Ipeafro guarda o acervo de Abdias e das instituições que ele criou. Com base nesse acervo, o Ipeafro idealiza e organiza cursos, exposições e fóruns de educadores sobre o ensino da história e cultura de matriz africana. Curadora de exposições que mostram o conteúdo do acervo, Elisa Larkin Nascimento escreveu e organizou diversos livros sobre a cultura e história africana e afro-brasileira, inclusive os cinco volumes da Coleção Sankofa. Para contato, acesse o site www.ipeafro.org.br e curta a fã-page https://www.facebook.com/Ipeafro1

Gizêlda Melo do Nascimento


Gizêlda Melo do Nascimento

Doutora em Comunicação e Cultura pela UFRJ e pós-doutora em Letras pela UFF, é professora associada do Departamento de Letras da Universidade Estadual de Londrina. Coordena o projeto de pesquisa Antologia de escritoras afro-brasileiras e participa do projeto Antologia crítica da literatura brasileira afrodescendente. É co-autora de Black presence in Brazilian literature: from the colonial period to the twentieth century (em colaboração com Heloisa Toller Gomes e Leda Maria Martins) (2004) e de Feitio de viver: memória de descendentes de escravos (2006).

Hédio Silva Jr.


Hédio Silva Jr.

É advogado, mestre em Direito Processual Penal e doutor em Direito Constitucional pela PUC-SP, além de diretor-executivo do Centro de Estudos das Relações de Trabalho (Ceert). Foi secretário da Justiça do estado de São Paulo na gestão do governador Geraldo Alckmin (2003-2006).

Helena Theodoro


Helena Theodoro

Pesquisadora, escritora, doutora em Filosofia, membro do Cedine/RJ e professora de Cultura Brasileira da Universidade Estácio de Sá e de Universo do Carnaval da EAT/Faetec.

José Flávio Pessoa de Barros


José Flávio Pessoa de Barros

Antropólogo, escritor e pai-de-santo. Dirigiu o Centro de Ciências Sociais (1991-1995) e a Diretoria de Relações Internacionais, Intercâmbios e Convênios (1996-2000) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Foi subsecretário de Ciência e Tecnologia, em 2001, e atualmente é diretor do Instituto de Humanidades da Universidade Candido Mendes (Ucam).

Lélia Gonzalez


Lélia Gonzalez

Foi professora e diretora do Departamento de Sociologia e Política da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, cofundadora do Nzinga Coletivo de Mulheres Negras, IPCN e MNU. Teve atuação destacada em fóruns internacionais do mundo africano como o Instituto dos Povos Negros (Burkina Faso/Unesco), Memorial Gorée (Senegal), e em inúmeros congressos e conferências em vários países. Faleceu em 1994. Veja a página www.leliagonzalez.org.br para mais informações.

Mãe Beata de Yemonjá


Mãe Beata de Yemonjá

É mãe-de-santo e chefe da comunidade-terreiro de candomblé Ilê Omiojuaro, localizada no município de Belford Roxo, estado do Rio de Janeiro.

Maria Lina Leão Teixeira


Maria Lina Leão Teixeira

Doutora em Antropologia pela USP, é professora aposentada da Universidade Federal do Rio de Janeiro e professora visitante nas Universidades Federais do Rio Grande do Norte e do Ceará. Realiza pesquisas sobre a antropologia das populações afro-brasileiras, focalizando principalmente os grupos de candomblé no que se refere à saúde.

Mirian Goldenberg


Mirian Goldenberg

Antropóloga, é professora do Departamento de Antropologia Cultural e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia do IFCS/UFRJ. Autora de A arte de pesquisar, A outra, Infiel: notas de uma antropóloga, Os novos desejos, Nu & vestido, De perto ninguém é normal e Toda mulher é meio Leila Diniz. Veja a página www.miriangoldenberg.com.br para mais informações.

Nei Lopes


Nei Lopes

Nascido na zona suburbana carioca em maio de 1942, Nei Lopes bacharelou-se pela antiga Faculdade Nacional de Direito da atual UFRJ aos 24 anos de idade. No início dos anos de 1970, abandonando a advocacia, encetou carreira artística, tornando-se compositor profissional de música popular. Na década seguinte, destacou-se também por sua militância pelos direitos civis do povo negro, publicando, a partir de 1981 alguns livros pioneiros como, principalmente, Bantos, Malês e identidade negra; O negro no Rio de Janeiro e sua tradição musical; Sambeabá; e Novo dicionário banto do Brasil, além de artigos e ensaios no exterior e coletâneas de contos e poemas, sempre evidenciando sua condição de brasileiro afro-descendente. Na música popular, é autor consagrado em parcerias e interpretações de grandes nomes do cenário artístico brasileiro, sendo também intérprete de suas próprias obras.

Sueli Carneiro


Sueli Carneiro

É filósofa e doutora em Educação pela Universidade de São Paulo (USP). Fundadora e coordenadora executiva do Geledés Instituto da Mulher Negra, é diretora vice-presidente do Fundo Brasil de Direitos Humanos e ativista do Movimento Feminista e do Movimento Negro do Brasil. Autora de artigos sobre gênero, raça e direitos humanos em diversas publicações nacionais e internacionais, integra o Grupo de Pesquisa “Discriminação, Preconceito e Estigma”, da Faculdade de Educação da USP, e o conselho consultivo do Projeto Mil Mulheres, da Articulação Nacional de ONGs de Mulheres Negras Brasileiras e da Ação Educativa. É autora do livro Racismo, sexismo e desigualdade no Brasil (Selo Negro, 2011) que faz parte coleção Consciência em debate.

Leia o sumário e as primeiras páginas deste livro abaixo ou, se preferir, faça o download do PDF

Loader Loading...
EAD Logo Taking too long?

Reload Reload document
| Open Open in new tab

Download [305.98 KB]

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Guerreiras de natureza”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de…

Afrocentricidade

Uma abordagem epistemológica inovadora - Coleção Sankofa - Volume 4
Abdias Nascimento
Ama Mazama
Asa G. Hilliard III
e mais 12 autores
R$108,80

Em estoque

Esta antologia reúne textos de estudiosos e ativistas da abordagem afrocentrada. Apresenta a postura básica dessa linha de pensamento e seus fundamentos teóricos, bem como reflexões e levantamentos sobre sua presença no Brasil, acompanhados de trabalhos sobre temas específicos como: psicologia, a mulher afrodescendente, assistência social e educação multicultural.

Cultura em movimento

Matrizes africanas e ativismo negro no Brasil - Coleção Sankofa - Volume 2
Beatriz Nascimento
Carlos Moore
Elisa Larkin Nascimento
e mais 5 autores
R$96,50

Em estoque

Tratando do legado cultural e da tradição de resistência dos descendentes de africanos no Brasil, este volume reúne ensaios e depoimentos sobre várias dimensões e aspectos. Nei Lopes e Beatriz Nascimento trazem uma perspectiva sobre o legado dos ancestrais bantos e malês; Elisa Larkin Nascimento, Joel Rufino e Abdias Nascimento, assinando pelo Conselho Deliberativo do Memorial Zumbi, esboçam uma pequena história das lutas afro-brasileiras do século XX. A questão da educação no Brasil como tema fundamental da vida e da luta dos afro-descendentes é tema de relatórios de fóruns de educadores que a abordam no seu aspecto teórico e prático. Três educadoras – Vera Regina Triumpho, Silvany Euclêncio e Piedade Marques – trazem depoimentos ricos sobre a sua experiência com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, modificada pela Lei nº 10.639 de 2003.

Matriz africana no mundo, A

Coleção Sankofa - Volume 1
Anani Dzidzienyo
Carlos Moore
Elisa Larkin Nascimento
e mais 5 autores
R$88,00

Em estoque

Neste volume ilustrado, Elisa Larkin Nascimento faz um resumo da pesquisa pioneira de Cheikh Anta Diop e seus seguidores, que comprovam a influência da matriz negro-africana em todo o mundo, desde a Antigüidade até os tempos modernos. O escritor ganense Michael Hamenoo, bem como os angolanos Francisco Romão de Oliveira e Ismael Diogo da Silva, contribuem com análises do legado colonial e da África contemporânea. Elisa Larkin Nascimento e Carlos Moore Wedderburn apresentam uma visão geral das lutas pan-africanas na África e na diáspora americana. Anani Dzidzienyo aborda a questão das relações internacionais entre África e diáspora, focalizando o Brasil.