ISBN: 9786555491449

Lugar do sofrimento na cultura contemporânea, O

Reflexões sobre a medicalização da existência

Autor(es): Mariama Furtado

Vivemos um processo de medicalização da existência. O sofrimento, os desânimos, as simples manifestações da dor de viver parecem intoleráveis em uma sociedade que aposta no bem-estar como meta. Num contexto que exalta os valores ligados à eficiência, à produtividade, ao bem-estar e à felicidade, o sofrimento passa a ser visto como uma patologia que precisa ser corrigida. Assim, um processo de contínua expansão dos diagnósticos vem trazendo para o campo da psicopatologia comportamentos, emoções e estados subjetivos anteriormente experimentados e concebidos como parte da condição humana, de modo que cada vez mais pessoas se tornam potencialmente portadoras de algum transtorno.
Constatando esses fenômenos tanto na clínica quanto no campo da pesquisa, Mariama Furtado problematiza o assunto e mostra que, ao tentar suprimir o sofrimento da experiência da vida, a medicalização acaba destituindo o próprio sujeito daquilo que diz respeito à sua singularidade e da possibilidade de instituir formas autênticas e criativas de viver.

R$58,90

Calcular Frete
Forma de Envio Custo Estimado Entrega Estimada
ISBN: 9786555491449

Assuntos: ,

Editora: Summus Editorial

Se preferir, compre este livro nos sites de nossos parceiros abaixo:



Detalhes do Livro

ISBN 9786555491449
REF: 12144
Edição 1
Ano 2024
Nº de Páginas 144
Peso 0,185 kg
Formato 0,70 × 14 × 21 cm

Mariama Furtado


Mariama Furtado

Psicóloga clínica, gestalt‑terapeuta e pesquisadora da área da saúde, com pós‑doutorado em Saúde Mental e Atenção Psicossocial na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Doutora em Psicologia Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), mestre em Psicologia Social (UFRJ/Universidade Paris 8), especialista em Saúde Pública (Fiocruz) e em Psicopatologia Fenomenológica (Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo). Atua há muitos anos em consultório particular como psicoterapeuta. Autora de artigos e capítulos de livros publicados sobre os temas: Gestalt-terapia, saúde, subjetividade e cultura, saúde mental, psicopatologia crítica. Diretora do Instituto Epokhé — Clínica e Formação em Gestalt-terapia. Autora organizadora do livro Filosofia e Gestalt‑terapia — Fundamentos para um fazer clínico crítico (Editora Via Verita, 2023).

Leia o sumário e as primeiras páginas deste livro abaixo ou, se preferir, faça o download do PDF

Loader Loading...
EAD Logo Taking too long?

Reload Reload document
| Open Open in new tab

Download [148.94 KB]

Você também pode gostar de…

Ciclo do contato, O – Edição revista e atualizada

Temas básicos na abordagem gestáltica
Jorge Ponciano Ribeiro
R$75,70

Pioneiro da Gestalt-terapia no Brasil e criador da teoria do ciclo do contato, Jorge Ponciano Ribeiro é mundialmente conhecido por sua mente inquieta e pela generosidade ao compartilhar seu vasto conhecimento. Nesta edição revista e atualizada de O ciclo do contato, o autor aprofunda determinados temas caros à abordagem gestáltica e também introduz novos conceitos, sempre procurando ampliar o didatismo de suas explicações. Ao mesmo tempo, trata-se de um clássico da Gestalt-terapia brasileira. E de um presente tanto para os que já conhecem seus textos como para os que se iniciam nesse caminho. Como diz o autor, “o ciclo do contato é meu instrumento pessoal de trabalho. Eu o leio e releio como um escultor que nunca dá por terminada sua obra – e isso só acontece quando a obra nasce mais do coração do que do pensamento do artista”.

Diversidade, violência, sofrimento e inclusão em Gestalt-terapia

Gizele da Costa Cerqueira
Kahuana Leite
Karina Okajima Fukumitsu
e mais 7 autores
R$75,70

Neste nono volume, a Coleção Gestalt-terapia: fundamentos e práticas dá as boas-vindas à diversidade e à inclusão. Diversidade implica a apreciação da diferença integrada à mobilização de energia em direção à novidade. Inclusão, por sua vez, consiste na articulação de identificações nutritivas a fim de que a pessoa se sinta pertencente ao mundo. Com base em suas experiências clínicas e tecendo correlações com a perspectiva gestáltica, os autores aqui reunidos promovem reflexões que são semeadura fértil para transcender a violência e o sofrimento humano na atualidade. Seus compartilhamentos são intercâmbios necessários rumo ao respeito e ao desenvolvimento da dignidade existencial.

Assuntos abordados: amor, sexo e o vínculo dialógico; violência contra mulheres, vitimização secundária e acolhimento; clínica de pessoas em situação de refúgio; atendimento a pessoas em situação de rua; Gestalt-terapia e redução de danos no cuidado de pessoas que usam drogas; compromisso ético e político de uma Gestalt-terapia racializada; clínica gestáltica e a normatividade do campo; manejo de atendimentos emergenciais envolvendo suicídio.

Angústias contemporâneas e Gestalt-terapia

Ailton Gomes
Bruno Antônio de Lima Nogueira
Carla Cristina Poppa
e mais 7 autores
R$83,60

Nas últimas décadas, a Gestalt-terapia vem crescendo substancialmente no Brasil. Em sua visão de mundo, os indivíduos são concebidos como seres em constante processo de desenvolvimento e crescimento, inclusive quando se defrontam com problemas existenciais. Assim, numa era em que o sofrimento psicológico chegou a limites inimagináveis, é papel da abordagem ajudar os clientes a adquirir awareness para que possam estabelecer melhores relações consigo e com o meio.

Nesta obra, Margaret Marras reúne temas que têm promovido extremo sofrimento na atualidade. A cada capítulo, os autores – renomados profissionais da área – nos confrontam com questionamentos sobre nossa forma de estar no mundo e nos fornecem subsídios para nossa tão necessária reflexão. Entre os temas abordados estão:

  • A ansiedade e sua relação com a dificuldade de esperar.
  • As doenças psicossomáticas e sua relação com a biomedicina.
  • A Gestalt-terapia no âmbito organizacional.
  • O racismo e o sofrimento psíquico da população negra brasileira.
  • Orientação sexual e resistência LGBTQI+na contemporaneidade.
  • A masculinidade a partir da conformação de heroísmo, estoicismo e resistência.
  • A longevidade no âmbito demográfico, tecnológico e social.
  • O luto e a contribuição gestáltica para seu manejo.

Assim, o conjunto desses capítulos torna esta obra interessante para Gestalt-terapeutas, estudiosos da psicologia e para o público interessado nos assuntos da contemporaneidade. Prefácio de Lilian Frazão.

Tristeza perdida, A

Como a psiquiatria transformou a depressão em moda
Allan V. Horwitz
Jerome C. Wakefield
R$106,40

Nos últimos anos, a depressão se transformou no distúrbio mais tratado por psiquiatras. Ao mesmo tempo, o consumo de antidepressivos aumentou significativamente. Neste livro, Horvitz e Wakefield criticam tal postura, mostrando que a tristeza, comum a todo ser humano, vem sendo tratada como doença – e expondo as implicações dessa prática para a saúde.

Gestalt-terapia Explicada

Frederick S. Perls
R$123,60

Fritz Perls, com sua constante inquietação e intransigência, deixa-nos como legado esta síntese genuína de sua grande criação, a gestalt-terapia. O livro apresenta de maneira simples e informal – palestras e sessões gravadas – as idéias nas quais se sustenta a gestalt-terapia. Difícil imaginar algo que nos aproxima-se mais da gestalt-terapia do que o próprio Perls atuando e comentando suas intervenções.

Psicose e sofrimento

Marcos José Müller-Granzotto
Rosane Lorena Müller-Granzotto
R$128,70

O livro trata de duas distintas clínicas gestálticas: a clínica das psicoses e a clínica do sofrimento ético, político e antropológico. Com base em casos clínicos e na interlocução com a psiquiatria fenomenológica, com a psicanálise lacaniana e com a filosofia política contemporânea, os autores delimitam o estilo gestáltico de compreensão e intervenção nos contextos em que se produzem reações psicóticas e aflitivas.