ISBN: 9788571830431

Psicodrama da loucura

Correlações entre Buber e Moreno

Autor(es): José Fonseca

Este livro correlaciona a teoria psicodramática de J.L.Moreno à filosofia dialógica de M. Buber, apresentando o hassidismo – movimento religioso do século XVIII – como gênese dessas idéias. A partir daí o autor expõe uma visão da loucura e da sanidade, esboçando a teoria do desenvolvimento da personalidade.

Em estoque

R$64,20

ISBN: 9788571830431

Assuntos: , ,

Editora: Editora Ágora

Se preferir, compre este livro nos sites de nossos parceiros abaixo:



Detalhes do Livro

ISBN 9788571830431
REF: 20043
Edição 7
Ano 2008
Nº de Páginas 184
Peso 0.2 kg
Formato 14 × 21 cm

José Fonseca


José Fonseca

José de Souza Fonseca Filho, é médico, doutor em Medicina (área Psiquiatria) pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, fundador do Daimon – Centro de Estudos do Relacionamento, psicoterapeuta e psicodramatista. Foi médico do Serviço de Psiquiatria do Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo e do Instituto de Psiquiatria (Ipq) do Hospital das Clínicas da USP, onde coordenou o ensino de médicos residentes. É autor dos livros: Psicodrama da loucura (Ágora, 2008), Psicoterapia da relação (Ágora, 2010), Contemporary psychodrama (Brunner-Routledge, 2004), Lo psicodrama contemporaneo (Franco Angeli, 2012) e Psicodrama de la locura (Editorial Académica Española, 2013).   

Leia o sumário e as primeiras páginas deste livro abaixo ou, se preferir, faça o download do PDF

Loader Loading...
EAD Logo Taking too long?

Reload Reload document
| Open Open in new tab

Download [48.25 KB]

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Psicodrama da loucura”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de…

Essência e personalidade

Elementos de psicologia relacional
José Fonseca
R$106,40

Em estoque

Um dos pioneiros do psicodrama em nosso país, José Fonseca revela que ser fiel a Moreno, o criador do psicodrama, não significa simplesmente repeti-lo, mas, principalmente, repensá-lo à luz das questões atuais. O resultado dessa reflexão, iniciada em seus primeiros estudos, aparece em uma prosa fluente e questionadora. Fonseca vale-se também do conceito moreniano de matriz de identidade, envoltório bio-psíquico-social da criança durante a constituição da personalidade, para propor novos caminhos ao diagnóstico psicodinâmico e psicopatológico. Em seu estudo, inclui contribuições de Buber, Espinosa, Freud, Lacan, Bowlby e Kohut, que aqui perdem os sotaques originais para ganhar a inflexão relacional.