Marina Teixeira Mendes de Souza Costa

É graduada em Pedagogia pela Universidade de Brasília (UnB). Mestre em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde pelo Instituto de Psicologia da UnB, é pedagoga e professora na educação infantil e nas séries iniciais do Ensino Fundamental (Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal).

Livros deste autor

Exibindo todos 2 resultados

Corpo, atividades criadoras e letramento

Daniele Nunes Henrique Silva
Flavia Faissal de Souza
Marina Teixeira Mendes de Souza Costa
R$42,80

Em estoque

Fundamentado na perspectiva histórico-cultural, este livro pretende ampliar a discussão sobre o papel do corpo nas práticas de letramento, tomando como ponto de partida as atividades criadoras na infância. Para isso, as autoras construíram um modo particular de organizar tais atividades, considerando o faz de conta e a narrativa atividades não gráficas e o desenho e as primeiras elaborações escritas atividades gráficas. Essa forma inovadora de apresentar as atividades da infância permite ao leitor redefinir seu “posto de observação”, ampliando as possibilidades de compreensão das produções infantis no espaço escolar. […] A exposição de situações do cotidiano de sala de aula aproxima as autoras dos leitores mais acostumados com o dia a dia da educação infantil. […] Assim, elas nos convidam a olhar com mais cuidado para a centralidade que o corpo assume nos processos de leitura e escritura no espaço da educação infantil: o corpo narra, cria, brinca, desenha e escreve.

Vamos brincar de quê?

Cuidado e educação no desenvolvimento infantil
Anna Maria Lunardi Padilha
Clícia Assumpção Martarello de Conti
Daniele Nunes Henrique Silva
e mais 7 autores
R$57,10

Em estoque

A obra foi estruturada com o objetivo de problematizar com docentes as ações do brincar que emergem no cotidiano escolar, e o seu papel essencial para o desenvolvimento da criança. A leitura organiza-se em um formato mais dinâmico, no qual, com base em uma proposta teórico-prática, busca-se fomentar nos professores um olhar mais sensível para a infância e suas produções. As análises tecidas pelos autores, tendo como eixo teórico a perspectiva histórico-cultural, buscam subsidiar a prática de professores no que tange às expressões infantis em que a imaginação e a criação estão, majoritariamente, presentes. Vale salientar que o livro traz sugestões de atividades que podem ser desenvolvidas na sala de aula. Prefácio de Ana Luiza Smolka, grande especialista em Vigotski.