ISBN: 9788587478184

Ações afirmativas em educação

Experiências brasileiras

Autor(es): Cidinha da Silva, Cristiano Augusto da Silva, Eduardo Henrique Pereira de Oliveira, Fernando Arruda, Lucimar Rosa Dias, Rosane da Silva Borges, Rosângela (Janja) Araújo, Valéria Maria Borges Teixeira

Este livro busca aprofundar o debate sobre as ações afirmativas, ampliando-o para além das cotas. São apresentados programas que visam garantir o acesso, a permanência e o sucesso de negros/as na universidade, possibilitando a realização do sonho de jovens que vivenciam processos estruturais de exclusão; são discutidas as metodologias de seleção de pessoas negras nesses projetos; são abordadas a África e a Afro-Ascendência na perspectiva da cultura construída pela matriz banto. Finalmente, são considerados os principais aspectos da discussão sobre as cotas para negros/as, especialmente o falso dilema – quem é negro/a no Brasil? – uma vez que, quando se trata de garantir direitos, a pessoa negra se desvanece na decantada miscigenação racial brasileira.

Em estoque

R$87,80

ISBN: 9788587478184

Assuntos: , ,

Editora: Selo Negro Edições

Se preferir, compre este livro nos sites de nossos parceiros abaixo:

Detalhes do Livro

ISBN 9788587478184
REF: 40018
Edição 3
Ano 2003
Nº de Páginas 264
Peso 0.29 kg
Formato 14 × 21 cm

Cidinha da Silva


Historiadora formada pela UFMG. É coordenadora do Programa de Educação de Geledés – Instituto da Mulher Negra e foi responsável pela implantação do projeto Geração XXI. Atualmente coordena dois programas de ação afirmativa para jovens negros(as) em parceria com empresas, a saber: Próxima Parada: Universidade e Afro-ascendentes, em São Paulo. É co-autora de Rap e educação, rap é educação (1999) e Racismo e anti-racismo na Educação: repensando a nossa escola (2001), ambos pela Selo Negro Edições.

Cristiano Augusto da Silva


É doutorando em Literatura Alemã (USP). Foi professor de gramática no projeto Redigir (ECA-USP), curso de extensão para alunos(as) de ensino médio da rede pública. Lecionou literatura brasileira e portuguesa no cursinho comunitário Luís Carlos Prestes, em Carapicuíba (SP). Atualmente é professor de literatura, gramática e redação no projeto Afro-ascendentes.

Eduardo Henrique Pereira de Oliveira


Sociólogo formado pela UFRJ. É secretário-executivo de Afirma Comunicação e Pesquisa e coordenador do projeto Afro-ascendente no Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (CIEDS), Rio de Janeiro. Foi pesquisador do Ibase e pesquisador-visitante no departamento de Governo e Política da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos.

Fernando Arruda


É mestrando em Física (USP). Desenvolve pesquisas na área de Fundamentos e Teoria Quântica. Ministra aulas de física e matemática nos projetos Afro-ascendentes e Geração XXI. Foi professor das mesma disciplinas no projeto Próxima Parada: Universidade.

Lucimar Rosa Dias


É doutoranda em Educação (USP). Bolsista internacional da Fundação Ford e ex-coordenadora estadual de políticas de combate ao racismo do governo do Mato Grosso do Sul.

Rosane da Silva Borges


Rosane da Silva Borges

Nasceu em São Luís do Maranhão em 1974. Jornalista, é doutora em  Comunicação e Linguagem pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP) e professora, desde 2009, do Departamento de Comunicação da Universidade Estadual de Londrina. Publicou vários livros na área de comunicação e relações raciais, entre eles Espelho infiel: o negro no jornalismo brasileiro. Integra a diretoria da Associação Brasileira de Pesquisadores Negros (ABPN). Pela Selo Negro Edições publicou Ações afrimativas em educação (2003) e Sueli Carneiro (2009). Fez parte das organizações de mulheres negras Geledés e Instituto Kuanza.

Rosângela (Janja) Araújo


É doutoranda em Educação (USP). Contramestre de Capoeira Angola e presidente do Instituto Nzinga de Estudos da Capoeira Angola e Tradições Educativas Banto no Brasil (Incab). É coordenadora pedagógica do projeto Afro-ascendentes.

Valéria Maria Borges Teixeira


É doutoranda em Estudos Comparados de Literatura de Língua Portuguesa (USP). Mestre em Teoria Literária e Literatura Comparada também pela USP, tendo defendido dissertação sobre o autor angolano Pepetela e o português Henrique de Carvalho. Lecionou no projeto Geração XXI em 1999 e 2000, tendo sido autora de parte do programa, que, dentre outros temas, abordava questões de língua portuguesa e literaturas de língua portuguesa.

Leia o sumário e as primeiras páginas deste livro abaixo ou, se preferir, faça o download do PDF

Loader Loading...
EAD Logo Taking too long?

Reload Reload document
| Open Open in new tab

Download [26.70 KB]

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Ações afirmativas em educação”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de…

Afrocidadanização

Ações afirmativas e trajetórias de vida no Rio de Janeiro
Reinaldo da Silva Guimarães
R$62,50

Em estoque

Quando Reinaldo da Silva Guimarães propôs pesquisar a trajetória profissional dos bolsistas de ação social formados pela PUC-Rio, ele adotou sua própria história como referência intelectual e emocional para compreender as percepções narradas pelos entrevistados. Estes apontam para um contexto pautado na perseverança e no desejo de superação, mostrando uma realidade pouco conhecida e difícil de ser traduzida, mas repleta de simbolismos: a realidade das relações raciais no Brasil. A trajetória do autor reflete e dá essência e concretude ao conceito de afrocidadanização: nascido em comunidade pobre, Reinaldo conseguiu superar diversos momentos difíceis e ingressar na universidade. Como um dos protagonistas dessa história de “sucesso”, ele aproveita sua narrativa para explicitar o processo de construção de identidade racial.Este livro foi produzido em regime de coedição com a PUC-Rio. Prefácio de Elisa Larkin Nascimento.