ISBN: 9788587478085

Caminhos da Alma

Autor(es): Beatriz Góis Dantas, Emerson Giumbelli, Jocélio Teles dos Santos, Maria do Carmo Brandão, Norton Corrêa, Raul Lody, Rita Amaral, Roberto Motta, Sergio Ferretti, Vagner Gonçalves da Silva

Primeiro volume da coleção Memórias Afro-brasileira, é uma coletânea de artigos escritos por conceituados professores, sociólogos e antropólogos narrando a atuação de personalidades exemplares no campo religioso afro-brasileiro. É traçado um perfil das manifestações religiosas de origem africana, desde o “tambor de mina” no Maranhão até o “batuque gaúcho” no Rio Grande do Sul.

R$90,60

ISBN: 9788587478085

Assuntos: , , , ,

Coleção: Memória Afro-brasileira

Editora: Selo Negro Edições

Se preferir, compre este livro nos sites de nossos parceiros abaixo:

Detalhes do Livro

ISBN 9788587478085
REF: 40008
Edição 2
Ano 2002
Nº de Páginas 272
Peso 0.35 kg
Formato 14 × 21 cm

Beatriz Góis Dantas


Emerson Giumbelli


Jocélio Teles dos Santos


Maria do Carmo Brandão


Norton Corrêa


Raul Lody


Rita Amaral


Roberto Motta


Sergio Ferretti


Vagner Gonçalves da Silva


Leia o sumário e as primeiras páginas deste livro abaixo ou, se preferir, faça o download do PDF

Loader Loading...
EAD Logo Taking too long?

Reload Reload document
| Open Open in new tab

Download [94.61 KB]

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Caminhos da Alma”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de…

Religiões negras no Brasil

Da escravidão à pós-emancipação
Adriano Bernardo Moraes Lima
Cristiana Tramonte
Flavio Gomes
e mais 17 autores
R$109,90

Na historiografia brasileira, ainda são poucos os estudos que revelem em detalhe as práticas cotidianas, de invenção da cultura – também aquela material –, cobrindo todo o Brasil rural e urbano da escravidão e pós-emancipação. O que acontecia no interior das senzalas, nas matas circunvizinhas das fazendas ou nos becos, casebres e zungus (como eram chamadas as moradas dos africanos e crioulos nas cidades)? Muita coisa a ser redescoberta, descrita e analisada. Entre os séculos XVII e XIX, as experiências religiosas, sobretudo as de origem africana, foram reinventadas e modificadas permanentemente em diversos espaços. Nesta coletânea, os organizadores reuniram pesquisas inéditas sobre as formações religiosas negras em cidades coloniais e pós-coloniais do Rio de Janeiro, Bahia, Pernambuco, São Paulo, Paraíba, Sergipe, Maranhão, Alagoas, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Das devassas em torno dos calundus ao sincretismo com o catolicismo de monges beneditinos; da perseguição do Tribunal de Inquisição às santas africanas; do medo da feitiçaria à união entre religião e política; das batidas policiais que reprimiam e perseguiam as casas de dar fortuna, os cangerês e o candomblé às influências africanas sobre festas religiosas católicas.Assim, este livro mostra que, ao longo do tempo, experiências religiosas se inventaram e renovaram-se, perdendo e ganhando sentidos, significados e símbolos. Em meio à intolerância – inclusive racial, social e cultural –, encontramos disputas pela memória, pela origem e pelos mercados da crença.

Imaginário, cotidiano e poder

Amelia Zaluar
Lourival dos Santos
Maria Helena Nunes
e mais 4 autores
R$68,80

Este livro traz biografias importantes do ponto de vista das microrrelações de poder estabelecidas cotidianamente no interior das comunidades afro-brasileiras. Tais relações, vistas como inadequadas para a ação política, têm se mostrado muito relevantes na gestação de processos identitários e de reivindicação. Os artigos tratam de figuras lendárias e da mistura entre história e religião ao longo da história do Brasil.

Artes do corpo

Arthur Bueno
Clara Azevedo
José Carlos Sebe Bom Meihy
e mais 6 autores
R$84,60

Este livro analisa a presença e a contribuição dos afrodescendentes no campo das artes e das manifestações lúdicas e populares. Por meio da história de vida de figuras exemplares, busca-se enaltecer a experiência de largas parcelas de nossa população que, mesmo diante das condições sociais mais adversas, lograram produzir um rico legado cultural nas áreas da dança, música, literatura, artes plásticas, esportes, festas e cortejos populares.