ISBN: 9788571838789

Imaginário grupal, O

Mitos, violência e saber no Teatro de Criação

Autor(es): Albor Vives Reñones

Retomando a idéia de Gaston Bachelard – do imaginário como usina de criação (ao invés da visão tradicional do imaginário como depósito das imagens já existentes) – o autor aprofunda e desenvolve este tema, articulando-o com autores como Walter Benjamin e Michael Foucault, e mais a Teoria Psicodramática e o Teatro de Criação. Ele mostra como é possível realizar trabalhos em empresas, hospitais, escolas, etc., que permitam aos participantes explicar o imaginário que permeia a cada um e ampliá-lo.Os grupos criam cenas, que são representadas por uma Trupe de Teatro de Criação. São pequenos mitos que mostram quais histórias estão sendo vividas naquele momento pelo grupo e como este grupo lida com seus conflitos e necessidades. O imaginário se mostra ali, indicando o que já foi construído e o que necessita ser feito.

Indisponível

ISBN: 9788571838789

Assuntos: , , , ,

Editora: Editora Ágora

Se preferir, compre este livro nos sites de nossos parceiros abaixo:

Detalhes do Livro

ISBN 9788571838789
REF: 20878
Edição 1
Ano 2004
Nº de Páginas 176
Peso 0.18 kg
Formato 14 × 21 cm

Albor Vives Reñones


Leia o sumário e as primeiras páginas deste livro abaixo ou, se preferir, faça o download do PDF

No Url Found

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Imaginário grupal, O”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de…

Teatro de reprise

Improvisando com e para grupos
Rosane Rodrigues
R$78,90

Em estoque

Esta obra integra as linguagens do teatro e do psicodrama para contar a trajetória de uma modalidade brasileira relativamente pouco estudada, que interage com o público de maneira improvisada, gerando real interlocução entre palco e plateia: o Teatro de Reprise. Também reflete sobre como acontece o processo de transformação, o aprofundamento de temas e até a aprendizagem mútua, na coconstrução e corresponsabilização propiciadas pela metodologia, por meio da mobilização do coconsciente e do coinconsciente grupais.