ISBN: 9788586755330

Retrato em branco e preto

Manual prático para pais solteiros

Autor(es): Angelo B. Pereira

Com apresentação do doutor Siro Darlan, juiz da primeira vara de infância e juventude do Rio de Janeiro, e prefácio do doutor Eduardo Jardim, esta é a história verdadeira de Angelo, pai solteiro, e do menino adotado Pedro Paulo. Uma grande história de amor de um gay que de repente encontrou um filho, tendo a coragem de formar uma família pouco convencional.

Em estoque

R$42,80

ISBN: 9788586755330

Assuntos: , , ,

Editora: Edições GLS

Se preferir, compre este livro nos sites de nossos parceiros abaixo:

Detalhes do Livro

ISBN 9788586755330
REF: 30033
Edição 1
Ano 2002
Nº de Páginas 96
Peso 0.1 kg
Formato 14 × 21 cm

Angelo B. Pereira


Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Retrato em branco e preto”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de…

Coragem de ser

Relatos de homens, pais e homossexuais
Fábio Paranhos
Vera Moris
R$51,00

Em estoque

Contrariando o senso comum, estudo recente realizado na Universidade de Toronto, no Canadá, estimou que mais da metade dos pais homossexuais era composta por pais biológicos e não adotivos. De início, essa informação gera questionamentos do tipo: por que se casou e teve filhos se sabia ser gay? Por que escondeu o fato da família? Trata-se de um ato de covardia?Este livro mostra que esse raciocínio, mais que incorreto, é preconceituoso. Esses homens se casaram com parceiras por quem estavam apaixonados e com elas tiveram filhos. Viveram, entre o namoro e o casamento, uma vida satisfatória. Para alguns, encontrar a mulher amada depois de uma infância e de uma adolescência problemáticas representava a possibilidade de constituir família. Porém, mais tarde, eles constataram aquilo que não conseguiam mais esconder: a inevitável atração – tanto sexual quanto afetiva – por pessoas do mesmo sexo.Como agir diante de tal constatação? Que fazer quando se percebe que não se pode mais enganar a si mesmo? Como não machucar as pessoas que ama – pais, amigos, parentes próximos e, sobretudo, a esposa e os filhos?Neste livro, Vera Moris e Fabio Paranhos apresentam 15 depoimentos de homens que assumiram a homossexualidade depois de ter formado uma família. A vergonha, a dor e a culpa aparecem nos relatos, assim como a esperança, a capacidade de superação e o amor incondicional pelos filhos. Dedicado àqueles que estão enfrentando essa situação e sentem-se isolados, o livro também se destina à família desses homens tão corajosos, sendo indicado ainda para terapeutas e coordenadores de grupos de apoio.