ISBN: 9788532308405

Afetividade na escola

Alternativas teóricas e práticas

Autor(es): Antoine Bechara, Elizabeth Harkot-de-La-Taille, Genoveva Sastre, Izabel Galvão, Maria Cristina Machado Kupfer, Maria Isabel da Silva Leme, Maria Thereza Costa C. de Souza, Marta Kohl de Oliveira, Montserrat Moreno, Nilson José Machado, Teresa Cristina Rego, Ulisses F. Araújo, Valéria Amorim Arantes

Este livro traz para o cenário da educação o tema da afetividade, raramente abordado e freqüentemente ocultado nas encruzilhadas do cotidiano escolar. Ele questiona os dualismos estabelecidos no mundo científico e escolar, que separa cognição e afetividade, razão e emoção, assumindo que tais dimensões são indissociáveis no funcionamento psíquico humano. Essa discussão apresenta a contribuição de 13 autores, estudiosos de diferentes campos do conhecimento: educação, psicologia, lingüística, neurologia e matemática.

Em estoque

R$78,90

ISBN: 9788532308405

Assuntos: , ,

Coleção: Na Escola

Editora: Summus Editorial

Se preferir, compre este livro nos sites de nossos parceiros abaixo:

Detalhes do Livro

ISBN 9788532308405
REF: 10840
Edição 3
Ano 2003
Nº de Páginas 240
Peso 0.29 kg
Formato 14 × 21 cm

Antoine Bechara


É professor do Departamento de Neurologia da Universidade de Iowa (EUA). Médico e Ph.D. pela Universidade de Toronto (Canadá), entre 1991 e 1997 desenvolveu programa de pós-doutorado em neurologia comportamental na Universidade de Iowa, participando do grupo coordenado pelo neurologista Antonio Damásio, com quem divide várias publicações em algumas das principais revistas científicas internacionais. Parecerista de diversas revistas norte-americanas e européias de neurologia, vem desenvolvendo suas pesquisas no campo da neurobiologia da tomada de decisões, discutindo também o papel das emoções nas funções cognitivas.

Elizabeth Harkot-de-La-Taille


Genoveva Sastre


É professora do Departamento de Psicologia Básica da Universidade de Barcelona. Foi uma das fundadoras do Instituto Municipal de Pesquisas Psicológicas Aplicadas à educação da prefeitura de Barcelona, do qual foi uma das diretoras até 1989. No Brasil é coautora das seguintes obras: Temas transversais em educação(Ática, 1997); Falemos de sentimentos: a afetividade como tema transversal (Moderna, 1999), Conhecimentos e mudanças: os modelos organizadores do pensamento (Moderna, 2000); Resolução de conflitos e aprendizagem emocional: gênero e transversalidade (Moderna, 2002); Afetividade na escola (Summus, 2003) e organizadora do livro Aprendizagem baseada em problemas no ensino superior (Summus, 2009).  

Izabel Galvão


Maria Cristina Machado Kupfer


Maria Isabel da Silva Leme


Maria Thereza Costa C. de Souza


Marta Kohl de Oliveira


Professora associada aposentada da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP). Mestre e doutora em Psicologia da Educação pela Universidade de Stanford, Califórnia, com pós-doutorado no Laboratory of Comparative Human Cognition, da Universidade da Califórnia, San Diego. Autora de Vygotsky: aprendizado e desenvolvimento – Um processo sócio-histórico (Scipione, 1993) e de Cultura e psicologia: questões sobre o desenvolvimento do adulto (Hucitec, 2009), além de diversos artigos e capítulos de livros.

Montserrat Moreno


 

Nilson José Machado


Nilson José Machado

É professor titular da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP). Atua tanto na graduação quanto na pós-graduação, tendo orientado algumas dezenas de mestres e/ou doutores no Programa da Feusp. No Biênio 1993-94, foi professor visitante no Instituto de Estudos Avançados da USP, no Programa Educação para a Cidadania, coordenado por Alfredo Bosi. Publicou diversos livros, entre os quais: Ética e educação; Educação – Competência e qualidade; Educação e autoridade; Conhecimento e valor; Educação – Projetos e valores; Epistemologia e didática e Matemática e língua materna. É ainda autor de mais de duas dezenas de livros infantis.

Teresa Cristina Rego


Ulisses F. Araújo


Ulisses F. Araújo

É professor titular da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (USP Leste), onde coordena o Núcleo de Pesquisas em Novas Arquiteturas Pedagógicas. Presidente da PanAmerican Network for Problem-Based Learning (PANPBL), é membro do comitê editorial do Journal of Moral Education. Foi consultor do Ministério da Educação e desde 2008 coordena os cursos de especialização em ética e cidadania no âmbito da parceria USP-Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp). Tem sete livros publicados no Brasil, todos versando sobre cidadania, construção de valores, educação moral e mudanças na educação.

Valéria Amorim Arantes


É docente da graduação e da pós-graduação da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo e coordenadora do Ciclo Básico da Escola de Artes, Ciências Humanidades da Universidade de São Paulo.

Leia o sumário e as primeiras páginas deste livro abaixo ou, se preferir, faça o download do PDF

Loader Loading...
EAD Logo Taking too long?

Reload Reload document
| Open Open in new tab

Download [6.04 KB]

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Afetividade na escola”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de…

Piaget, Vigotski, Wallon – Edição revista

Teorias psicogenéticas em discussão
Heloysa Dantas
Marta Kohl de Oliveira
Yves de La Taille
R$62,80

Em estoque

Jean Piaget, Lev S. Vigotski e Henri Wallon são os três maiores teóricos estudados no universo da educação e da psicologia. Nesta edição revista de uma obra consagrada por crítica e público, Yves de La Taille, Marta Kohl de Oliveira e Heloysa Dantas traduzem para o leitor o pensamento vivo desses autores.Analisando as ideias de Piaget, Yves de La Taille aborda conceitos como ser social, ética, autonomia, coerção versus colaboração e obediência versus justiça. Ao esclarecer os principais construtos da teoria construtivista, ele ressalta a importância da afetividade na educação.Debruçando-se sobre os contrutos de Vigotski, Marta Kohl de Oliveira destaca tópicos como linguagem, formação de conceitos e metacognição. Partindo de uma abordagem holística do ser humano, a autora analisa a fundo a abordagem sócio-histórica e as implicações da afetividade para a cognição.Já Heloysa Dantas dedica-se ao pensamento de Henry Wallon, destacando a emoção como instrumento típico da espécie humana e mostrando a interligação entre afetividade e inteligência – concluindo, como seus colegas, que a comunicação afetiva é fundamental para uma educação efetiva.Trata-se, definitivamente, de um livro fundamental na área da pedagogia.

Infância, liberdade e acolhimento

Experiências na educação infantil
Tânia Campos Rezende
Vitória Regis Gabay de Sá
R$93,10

Em estoque

Nos últimos anos, o tema da educação infantil ganhou destaque na mídia e na universidade. Cada vez mais se defende que a criança cresça num ambiente desafiador e, ao mesmo tempo, acolhedor e amoroso. Respaldadas por sua experiência de mais de 30 anos como educadoras, Tânia Rezende e Vitória Gabay de Sá apresentam neste livro a experiência vívida de uma escola baseada nesses princípios. Em linguagem leve e acessível, as autoras conjugam teoria e prática utilizando uma ampla bibliografia, as leis nacionais mais atuais e relatos de casos. Destinada a estudantes de Pedagogia, professores da educação infantil, pais e profissionais que lidam com a infância, a obra aborda temas fundamentais da área, como:• a medicalização indiscriminada das crianças pequenas; • a imposição cada vez maior de conteúdos em detrimento do tempo de brincadeira; • a dificuldade de lidar com alunos considerados difíceis; • os conflitos inerentes à relação entre pais e educadores; • os conceitos errôneos a respeito da inclusão de alunos com distúrbios físicos e/ou psíquicos.

Summerhill

Uma infância com liberdade
Matthew Appleton
R$96,70

Em estoque

Fundada na Inglaterra em 1921 por Alexander Neill, Summerhill ficou conhecida como a escola mais livre do mundo. Nela, as crianças são encorajadas a tomar decisões e a desenvolver-se a seu ritmo. As aulas não são obrigatórias e os alunos podem escolher as matérias que desejam estudar. Baseado em diversos conceitos de seu amigo Wilhelm Reich, Neill acreditava que os aspectos emocionais dos seres humanos eram mais importantes que quaisquer outros, paradigma que predomina na instituição até hoje. Ao longo dos anos, Summerhill consolidou-se como uma escola democrática, onde crianças, adolescentes e adultos convivem em nível de igualdade e aprendem que o conceito de liberdade implica responsabilidade e empatia. Criticada por muitos, adorada por outros, mas sempre envolta em mitos, Summerhill é retratada neste livro por alguém que lá viveu por quase uma década. Trabalhando como pai – espécie de cuidador – de dezenas de alunos, Matthew Appleton aprendeu valiosas lições, que compartilha aqui com os leitores. Da dificuldade de manter a privacidade às assembleias democráticas, do desabrochar das crianças às mudanças constantes de regras e à autorregulação, Appleton constrói um rico relato, mostrando inclusive as tentativas do Ministério da Educação inglês de fechar a escola. E, claramente, toma posição: Summerhill é para ele, de fato, o melhor lugar para promover uma infância com liberdade.