ISBN: 9788571833258

Sexualidades, corpos e poder

Desobediências criadoras

Organizador(es): Anna Cláudia Eutrópio, Laura de Souza Zingra Vomero, Maria da Penha Nery

Autor(es): Alliny Araújo, Anna Cláudia Eutrópio, Cláudia Clementi Fernandes, Daniela Aparecida Cardoso da Silva, Juliana dos Santos Soares, Laura de Souza Zingra Vomero, Maria da Penha Nery, Nilton Inacio do Nascimento, Paulo César Alves de Siqueira, Saulo Vito Ciasca, Wesley Miranda Marques

Desde o seu surgimento, o psicodrama sempre foi uma abordagem crítica, contestadora e de vanguarda. Mas será que, nos tempos em que vivemos, permeados pelo ódio, pelo preconceito e pela violência, o movimento psicodramático tem conseguido manter sua combatividade? Partindo dessa pergunta, os textos aqui presentes abordam temas como LGBTfobia, racismo, monogamia, poliamor, descolonização, feminismo e patriarcado. Escritos por profissionais experientes, eles nos convidam a participar de uma revolução criadora no psicodrama, desafiando as normas estabelecidas que muitas vezes resultam em sofrimento nos consultórios psicoterápicos.

R$78,40

Calcular Frete
Forma de Envio Custo Estimado Entrega Estimada
ISBN: 9788571833258

Assuntos: , ,

Editora: Editora Ágora

Se preferir, compre este livro nos sites de nossos parceiros abaixo:



Detalhes do Livro

ISBN 9788571833258
REF: 20325
Edição 1
Ano 2024
Nº de Páginas 200
Peso 0,247 kg
Formato 0,90 × 14 × 21 cm

Anna Cláudia Eutrópio

Mulher, cis, branca, psicóloga, psicodramatista, mestre em Psicologia Social, doutora em Educação, bailarina de improvisação, formadora de profissionais, apaixonada pela reinvenção. Mãe de duas crianças que me movem ao se moverem. Feminista, antirracista e trabalhadora pela justiça social. Coautora do livro Meu adolescente — Diálogos, memórias, conexões (edição das autoras, 2020). E ‑mail: annaclaudiab@gmail.com

Laura de Souza Zingra Vomero

Existência desviante que confunde, estremece e disputa espaços físico‑discursivos quando a cis ‑heteronorma tenta apagar o lugar da não binaridade e da bissexualidade. É nessas fronteiras diluídas que o meu corpo dança ao ritmo das palavras escritas, imaginadas e/ou interpretadas. Dançarina, poeta e atriz não por vocação, mas por necessidade, desejo e entusiasmo. Escorpiana com ascendente em escorpião que, mesmo com medo, não mede a profundidade da água para mergulhar. Talvez por isso minha sedução resida nas conversas que despertam curiosidade — por vezes inconscientes —, na sexualidade e na experimentação sinestésica e intuitiva do corpo. Psicóloga transfeminista, antirracista e anticolonial. E, também, psicodramatista didata e pesquisadora dos seguintes temas: relações étnico ‑raciais, de gênero, corpo e poder. E ‑mail: laurazvomero@gmail.com

Maria da Penha Nery

Maria da Penha NeryÉ psicóloga e doutora em Psicologia pela Universidade de Brasília. Psicodramatista e supervisora de psicodrama pela Federação Brasileira de Psicodrama (Febrap), foi presidente da Associação Brasiliense de Psicodrama. Psicoterapeuta de adultos e grupos, ministra cursos, workshops e consultorias para empresas e escolas, principalmente nas áreas de mediação de conflitos, comunicação humana e alto desempenho nas equipes. Realiza pesquisas em processos grupais e sobre vínculo terapêutico, focando principalmente os temas socionomia, grupos, psicodrama, afetividade, relações de poder e intervenção em conflitos. Autora dos livros Vínculo e afetividade e Grupos e intervenções em conflitos. Organizadora do livro Intervenções grupais. Contato: mpnery@gmail.com

Alliny Araújo


Mulher cis, pansexual, pisciana com ascendente em aquário e lua em sagitário. Que acredita no amor, sonha em mudar o mundo e se diverte enquanto tenta fazê‑lo com afinco (e um tanto de ingenuidade). Uma psicodramatista completamente apaixonada desde a primeira vivência. Uma jornalista idealista que entendeu que jornalismo assim não tem muito espaço. Transitando para a psicologia, quase terminando o curso e sentindo que encontrou seu lugar no mundo. Poeta e escritora nas horas vagas. Mãe de pet. Em construção constante, em busca da tão sonhada liberdade (se é que ela existe). E ‑mail: allinyaraujo85@gmail.com

Anna Cláudia Eutrópio


Mulher, cis, branca, psicóloga, psicodramatista, mestre em Psicologia Social, doutora em Educação, bailarina de improvisação, formadora de profissionais, apaixonada pela reinvenção. Mãe de duas crianças que me movem ao se moverem. Feminista, antirracista e trabalhadora pela justiça social. Coautora do livro Meu adolescente — Diálogos, memórias, conexões (edição das autoras, 2020). E ‑mail: annaclaudiab@gmail.com

Cláudia Clementi Fernandes


Psicóloga pela Universidade São Marcos (USM). Psicodramatista didata no Instituto Sedes Sapientiae (DPSedes), diretora do Grupo de Teatro Espontâneo Gota D’Água e mestre em Administração de Negócios (MBA) e em Recursos Humanos pela Universidade de São Paulo (USP). Coautora do livro Intervenções grupais. O psicodrama e seus métodos (2012).  

Daniela Aparecida Cardoso da Silva


Filha de Penha (in memoriam) e Claudovir. Esposa de Caroline. Moradora da Baixada Santista (SP). Umbandista. Militante do Movimento Negro. Aprecia livros, jogos de raciocínio lógico, boas conversas, plantas e viagens. Psicóloga, psicodramatista pela Associação Brasileira de Psicodrama e Sociodrama (ABPS/SP). É especialista em Psicologia Hospitalar pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), e em Psicologia e Relações Raciais pelo Instituto AMMA Psique e Negritude. Mestre em Saúde Coletiva pela Coordenadoria de Recursos Humanos (CRH) da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Trabalhou no Sistema Único de Saúde (SUS) de 2005 a 2022, na área de saúde mental de alta complexidade e ISTs/aids. Atualmente, presta consultoria em diversidade, inclusão, sustentabilidade e mediação de crises/conflitos em organizações públicas e privadas, além de atender em consultório particular, contemplando também, em seu manejo clínico, a perspectiva da psicologia preta/africana. Ex‑integrante da coletiva Roda Terapêutica das Pretas e do corpo clínico virtual da Casa de Marias (SP). Pesquisadora das temáticas: psicodrama, relações étnico‑raciais/racismo, saúde mental, afetos, sexualidades e cosmogonia africana. Contato: danielacardoso.psi@gmail.com

Juliana dos Santos Soares


Sou mulher, branca e cisgênero. Psicóloga pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), psicodramatista didata pelo Instituto Mineiro de Psicodrama Jacob Levy Moreno (Impsi). Realizo psicoterapia individual e de grupo, além de conduzir atos sociopsicodramáticos em grupo, presenciais e online. Gosto de estudar o amor em suas muitas manifestações e dimensões, e desejo viver num mundo mais amoroso. Por isso, antirracista e feminista. Mineira de Belo Horizonte, hoje vivo nas montanhas de Brumadinho, com meu companheiro e minha enteada. Apaixonada por música, livros e boas conversas. E ‑mail: juliana@seremrelacao.com.br

Laura de Souza Zingra Vomero


Existência desviante que confunde, estremece e disputa espaços físico‑discursivos quando a cis ‑heteronorma tenta apagar o lugar da não binaridade e da bissexualidade. É nessas fronteiras diluídas que o meu corpo dança ao ritmo das palavras escritas, imaginadas e/ou interpretadas. Dançarina, poeta e atriz não por vocação, mas por necessidade, desejo e entusiasmo. Escorpiana com ascendente em escorpião que, mesmo com medo, não mede a profundidade da água para mergulhar. Talvez por isso minha sedução resida nas conversas que despertam curiosidade — por vezes inconscientes —, na sexualidade e na experimentação sinestésica e intuitiva do corpo. Psicóloga transfeminista, antirracista e anticolonial. E, também, psicodramatista didata e pesquisadora dos seguintes temas: relações étnico ‑raciais, de gênero, corpo e poder. E ‑mail: laurazvomero@gmail.com

Maria da Penha Nery


Maria da Penha Nery

É psicóloga e doutora em Psicologia pela Universidade de Brasília. Psicodramatista e supervisora de psicodrama pela Federação Brasileira de Psicodrama (Febrap), foi presidente da Associação Brasiliense de Psicodrama. Psicoterapeuta de adultos e grupos, ministra cursos, workshops e consultorias para empresas e escolas, principalmente nas áreas de mediação de conflitos, comunicação humana e alto desempenho nas equipes. Realiza pesquisas em processos grupais e sobre vínculo terapêutico, focando principalmente os temas socionomia, grupos, psicodrama, afetividade, relações de poder e intervenção em conflitos. Autora dos livros Vínculo e afetividade e Grupos e intervenções em conflitos. Organizadora do livro Intervenções grupais. Contato: mpnery@gmail.com

Nilton Inacio do Nascimento


Homem, cis, hétero, carioca de origem e goianiense pelas mãos do destino. Psicólogo clínico com formação humanista, psicodramatista didata supervisor, terapeuta sexual pelo Programa de Estudos em Sexualidade do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (Prosex/FMUSP), docente em cursos de pós ‑graduação e coordenador de ensino da Sociedade Goiana de Psicodrama (biênio 2023 ‑2024). Na intimidade, é esposo da Sandra, pai da Priscilla e da Alice e avô da Yasmim e do Vicente. Amante das artes, tem a música como musa inspiradora. Dedica ‑se aos estudos do psicodrama, relacionamentos, gênero e sexualidades. E ‑mail: niltonnascimentopsi@gmail.com

Paulo César Alves de Siqueira


Homem, cis, gay, mineiro, pai de pet. Leonino com ascendente em escorpião. Psicólogo, neuropsicólogo e psicodramatista didata. Apaixonado pelas aventuras que o psicodrama propõe, seja no contexto individual, seja no de grupo s. Estudioso dos relacionamentos amorosos e colaborador na construção de formas mais espontâneas de se relacionar, especialmente no contexto LGBTQIA+. Totalmente identificado com os papéis de professor, diretor, terapeuta e parceiro amoroso. E ‑mail: siqueiras.paulo@gmail.com

Saulo Vito Ciasca


Homem, branco, cis, gay, médico psiquiatra pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), psicoterapeuta com formação em psicodrama e psicoterapia psicodinâmica breve e ator pela Escola de Teatro Macunaíma. É coordenador do Espaço Transcender, do Centro de Saúde Escola Butantã Samuel B. Pessoa da FMUSP; da área da saúde da Aliança Nacional LGBTI+; e da pós ‑graduação em Psiquiatria da Sanar. É professor convidado da disciplina de Saúde LGBTQIA+ na FMUSP e de cursos de pós-graduação na área de sexualidade em instituições como Sanar, Instituto de Ensino, Pesquisa e Orientação em Saúde (Iepos), Centro Universitário Faculdade de Medicina do ABC (FMABC), Centro Universitário Salesiano de São Paulo (Unisal) e Instituto Brasileiro de Ciências Médicas (IBCMED). Tem experiência no atendimento de crianças, adolescentes e adultos trans e/ou com vivências de variabilidade de gênero pelo Ambulatório Transdisciplinar de Identidade de Gênero e Orientação Sexual (Amtigos) do Instituto de Psiquiatria do HCFMUSP. Hoje atua no Espaço Transcender, no Núcleo Trans da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e no Núcleo de Cuidados em Saúde da Pessoa Trans do Hospital Sírio Libanês. Diretor de ensino do Instituto Saudiversidade. Membro voluntário da ONG Mães pela Diversidade. Editor e autor do livro Saúde LGBTQIA+ — Práticas de cuidado transdisciplinar (Manole, 2021) e coordenador do curso de mesmo nome. E ‑mail: svciasca@gmail.com

Wesley Miranda Marques


Sou psicólogo, psicodramatista, terapeuta comunitário e bailarino. Atuo como psicólogo clínico, diretor da Casa das Cenas Escola de Psicodrama e Clínica de Psicologia e coordenador da Clínica Social e do Centro de Desenvolvimento de Papéis dessa instituição. Danço desde que me entendo por gente; a dança era minha forma de conexão com as pessoas e com o mundo. Na psicologia, busquei uma formação teórica e técnica que pudesse unir dança e ciência. Encontrei , assim, o psicodrama, que foi um divisor de águas na minha trajetória pessoal e profissional. Quando me formei, sonhava em trabalhar com crianças no serviço público. Atuei muito tempo com esse público, mas na área clínica, e por uma questão que enfrentei em um congresso de psicodrama passei a direcionar meus estudos, pesquisas e atuação para as questões de diversidade sexual e de gênero. Então, fortalecido nos aspectos emocional e intelectual, pude buscar novas redes e fortalecer novos vínculos, expandindo assim meus papéis, sobretudo os de psicodramatista, cidadão, político e militante. Sou integrante do Conselho Popular LGBTQI A+ de Uberlândia (MG) e da comissão de educação e formação da Associação Amigos da Parada. Meu sonho é viver uma sociedade mais justa, igualitária e inclusiva. E ‑mail: wesleym.marques@yahoo.com.br

Leia o sumário e as primeiras páginas deste livro abaixo ou, se preferir, faça o download do PDF

Loader Loading...
EAD Logo Taking too long?

Reload Reload document
| Open Open in new tab

Download [504.79 KB]

Você também pode gostar de…

Essencial de Moreno, O

Textos sobre psicodrama, terapia de grupo e espontaneidade
Jonathan Fox
R$118,60

Os melhores e mais importantes textos de J. L. Moreno estão reunidos neste volume. Eles revelam as suas idéias ao desenvolver o psicodrama e a sociometria, com forte ênfase na espontaneidade e na criatividade. Há varios exemplos de casos tratados por Moreno. Introdução e comentários de Jonathan Fox.

Por todas as formas de amor

O psicodramatista diante das relações amorosas
Adelsa Cunha
Carlos Calvente
Carlos Roberto Silveira
e mais 8 autores
R$69,10

Esta obra amplia as reflexões sobre o amor, trazendo para o leigo informações sobre o tema e permitindo-lhe identificar-se com o conteúdo abordado. Além disso, sensibiliza o psicoterapeuta sobre a repercussão, em sua prática clínica, de conceitos e preconceitos relacionados às diferentes formas de amar. Entre os temas abordados estão homo e bissexualidade, amor na terceira idade, amores adolescentes e a dor do rompimento amoroso.

Psicodrama e relações étnico-raciais

Diálogos e reflexões
Adriana Cristina Dellagiustina
Dalmiro M. Bustos
Denise Silva Nonoya
e mais 8 autores
R$75,70

Apesar da grande produção bibliográfica dos psicodramatistas brasileiros nas últimas décadas, o tema das relações étnico-raciais é extremamente raro tanto em livros quanto em artigos acadêmicos. A fim de preencher essa lacuna, Maria Célia Malaquias reúne neste volume profissionais renomados para discutir assuntos como racismo, protagonismo negro, representatividade, ancestralidade e inclusão. De sua posição de mulher negra, psicóloga e psicodramatista, Malaquias leva o leitor a refletir sobre a desigualdade racial no Brasil e sobre os caminhos e instrumentos que podem ajudar a debelar essa chaga que nos assola há tantos séculos.

Entre os temas aqui abordados estão:

  • A importância do Teatro Experimental do Negro, berço do psicodrama no Brasil;
  • As contribuições do intelectual e ativista negro Alberto Guerreiro Ramos para a terapia de grupo;
  • As consequências nefastas do complexo de vira-latas tupiniquim;
  • O uso das técnicas do psicodrama no enfrentamento do racismo e na ressignificação de experiências doloridas;
  • O papel transformador dos etnodramas na existência de pessoas negras e não negras.

Por uma vida espontânea e criadora

Psicodrama e política
Ana Paula C. Scagliarini
André Marcelo Dedomenico
Andrea Raquel Martins Corrêa
e mais 9 autores
R$81,90

O psicodrama nasceu como proposta de transformação social, mas hoje, em muitos aspectos, mostra-se conformado ao sistema capitalista e a todo tipo de injustiça – sobretudo numa época em que grassam o autoritarismo, o fascismo, o conservadorismo, o fanatismo religioso e a adoração de “mitos”. Teria essa metodologia inovadora se transformado em conserva cultural encobridora da opressão? É possível resgatar a abordagem como instrumento político de mudança? Em 12 ensaios instigantes e questionadores, os autores desta obra discutem os limites do psicodrama e os muitos caminhos que ainda podem se abrir para que a prática socionômica constitua um espaço de resistência.
Textos de Érico Douglas Vieira, Devanir Merengué, Ana Paula Scagliarini, Geraldo Massaro, Pedro Mascarenhas, Maria da Penha Nery, Débora de Mello e Souza, Rosane Rodrigues, Andrea Raquel Martins Corrêa, Luiz Contro, Plínio Bronzeri e André Dedomenico.

Etnodrama

Contribuições do grupo de estudos de psicodrama e relações raciais 
Adriana Cristina Dellagiustina
Adriane Rita Lobo
Caroline Batista Bettio
e mais 16 autores
R$74,70

Este livro é fruto de um grupo de estudos coordenado por Maria Célia Malaquias, principal referência em psicodrama e relações raciais no Brasil. As autoras aqui reunidas, propondo-se a repensar suas práticas cotidianas à luz das leituras e trocas vivenciadas no grupo, buscam compreender e denunciar as maneiras pelas quais o racismo estrutural e sistêmico adoece pessoas e relações em todas as esferas da vida. Tecendo interlocuções com as ideias de Jacob Levy Moreno e o pensamento de intelectuais negros e negras, discorrem sobre letramento racial, branquitude, relações familiares afrocentradas, intersubjetividade, mulher negra, envelhecimento e negritude, entre outros temas. Suas reflexões ajudam a entender o psicodrama como uma abordagem psicossocial que tem o potencial de contribuir para a luta antirracista e a construção de relações mais saudáveis.

Fundamentos do Psicodrama

J. L. Moreno
Zerka T. Moreno
R$109,20

Nesta obra seminal de Moreno, o pai do psicodrama realiza uma série de conferências para médicos, psiquiatras, sociólogos, psicólogos e professores universitários de todas as partes do mundo e depois recebe comentários sobre suas ideias. Aqui ele delineia seus conceitos fundamentais, como o de espontaneidade, tele, jogo de papéis, ego-auxiliar etc. Fundamental para estudantes e profissionais de psicodrama.