“OS PÚBLICOS JUSTIFICAM OS MEIOS” É O NOVO LIVRO DA SUMMUS

Comunicar está se tornando um desafio cada vez mais complexo. Em tempos de midiatização das relações sociais, organizações de quaisquer naturezas encontram dificuldades no processo de interlocução com seus públicos-alvo. Numa realidade de vertigem informacional, capturar e manter a atenção de potenciais interlocutores transformou-se numa verdadeira corrida de obstáculos. Como vencer esse desafio tão atual, no âmbito do que se pode denominar economia da atenção? No livro Os públicos justificam os meios – Mídias customizadas e comunicação organizacional na economia da atenção, 10956lançamento da Summus, o professor José Antonio Martinuzzo explora formas de atuação criativa para estabelecer vínculos duradouros e dialógicos entre as organizações e seus públicos preferenciais. O caminho? As mídias customizadas.

Inovador na bibliografia contemporânea, o livro aplica definitivamente o termo customização à comunicação organizacional. A obra mostra o apelo midiático por estratégias sob medida, contemplando as diversas mídias, especialmente as digitais, considerando as características brasileiras. “Na incessante guerra pela atenção, seguimos uma das máximas de Maquiavel – os fins justificam os meios – e afirmamos que os públicos justificam os meios”, diz o autor. Segundo ele, a partir de amplo conhecimento sobre os interlocutores-alvo, quem faz a comunicação organizacional na empresa deve se preocupar em definir os meios, ou as mídias, com os quais se vai estabelecer, com endereço certo e conteúdo de interesse, um diálogo eficaz e duradouro, baseado na atenção mútua.

Para Martinuzzo, mesmo considerando o lugar da comunicação genérica, está na hora de investir em comunicação tailor-made como estratégia para conquistar uma interface dialógica com os públicos-alvo no processo de gestão de imagem organizacional. “Uma ponte midiatizada customizada é vital”, complementa.

Segundo o autor, o objetivo da obra é oferecer um mapeamento lógico, com fundamentos teóricos e ferramentas de trabalho, visando a uma ação norteada, antes de tudo, pela capacidade de refletir e decidir do leitor, conforme suas necessidades práticas. 

José Antonio Martinuzzo, jornalista, professor de graduação e pós-graduação na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), é mestre e doutor em Comunicação e pós-doutor em Mídia e Cotidiano pela Universidade Federal Fluminense. Especialista em Comunicação, Novas Tecnologias e Gestão da Informação, tem 20 anos de experiência em gestão de imagem nos setores público, privado e não governamental. Há mais de dez anos, é docente nas áreas de comunicação organizacional, assessoria de imprensa e estudos de mercado e projetos comunicacionais. Coordenador adjunto do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Territorialidades da Ufes, lidera os grupos de pesquisa Laboratório de Comunicação e Cotidiano e Sociedade Midiatizada e Práticas Comunicacionais Contemporâneas.

Para saber mais sobre o livro, acesse:
http://www.gruposummus.com.br/gruposummus/livro/1387/OS+P%C3%9ABLICOS+JUSTIFICAM+OS+MEIOS

FOLHA DE S.PAULO SUGERE A LEITURA DO LIVRO “RELAÇÕES PÚBLICAS, MERCADO E REDES SOCIAIS”

O caderno Mercado, da Folha de S.Paulo, deu destaque para o lançamento do livro Relações públicas, mercado e redes sociais (Summus Editorial), no sábado, dia 14 de julho. Nessa obra atual e inquietante, o pesquisador Rafael Vergili discute possíveis caminhos para ampliar a participação do profissional de RP no mercado de comunicação digital. 10947Também aborda os limites e as potencialidades do uso de redes sociais no relacionamento entre organizações e públicos. Veja a nota: http://goo.gl/s74mNe.

Hoje, as redes sociais constituem um ambiente de grande exposição – tanto positiva quanto negativa – para as empresas. Quando se trata de imagem institucional, como utilizar o poder da rede para atingir o público? O profissional de relações públicas está capacitado para esse trabalho? Que tipo de conhecimentos ele deve ter para atuar na web? No livro Relações públicas, mercado e redes sociais,Vergili responde essas e muitas outras perguntas.

Por meio de uma pesquisa com 128 empresas e entrevistas realizadas nas principais agências de comunicação do Brasil, Vergili constatou que 78,1% das grandes companhias priorizam o relacionamento com os públicos nas redes sociais e querem aprimorar esse contato. Paradoxalmente, o profissional de RP, que seria formado para promover esse diálogo, não está inserido adequadamente nesse nicho de mercado. Segundo ele, apenas 12,5% dos respondentes são estudantes de Relações Públicas ou graduados na área.

O trabalho contemplou apenas empresas de grande porte e revelou também que 42,1% das organizações optam por deixar a articulação de redes sociais a cargo da área de comunicação. Na sequência, aparece o núcleo de marketing, com 32,5%. A presença de um departamento especifico, focado apenas na web, é a terceira mais utilizada, com 18,3%. Articulações informais por parte dos colaboradores chegam a 7,1%.

“Diante desse cenário, o temor, por parte das organizações, de receber opiniões negativas e possivelmente de sofrer prejuízos à reputação corporativa tende a aumentar, devido sobretudo ao foco mercadológico e a ausência de capacitação para relacionamentos no uso das redes”, afirma o autor. Segundo ele, esse é um desafio com o qual o profissional de relações públicas precisará lidar no processo de demonstração de sua importância no relacionamento com os públicos, por meio de redes sociais, tendo como base o diálogo.

Para saber mais sobre o livro, acesse:
http://www.gruposummus.com.br/gruposummus/livro/1375/Rela%C3%A7%C3%B5es+P%C3%BAblicas,+mercado+e+redes+sociais

SEIS LIVROS DE COMUNICAÇÃO PELA METADE DO PREÇO!

Preparamos uma superpromoção para agradar a todos os gostos: de 29/8 a 8/9, uma seleção temática, diferente a cada dia, com livros com 50% DE DESCONTO!! Todos os dias, seis livros diferentes pela METADE DO PREÇO!!!! São diversas áreas: psicologia, comportamento, educação, comunicação, GLS, cinema, saúde…… Fique atento e aproveite as oportunidades para você e para presentear: a seleção muda todos os dias logo após a meia-noite!

E inaugurando a promoção, livros de COMUNICAÇÃO com o descontão de 50%! Veja os livros que estão em oferta até a meia-noite de hoje, 29 de agosto:

.

CRIATIVIDADE NO TRABALHO E NA VIDA
Edição revista
Roberto Menna Barreto
Autor do mais bem-sucedido livro sobre criatividade publicado no Brasil, Roberto Menna Barreto, nesta sua nova obra, expande seus conceitos de forma a abarcar todas as possíveis aplicações da criatividade na vida pessoal e profissional. Calcado em sua experiência em mais de quinhentos seminários para grandes empresas e público em geral, apresenta-nos um livro de grande fôlego, ambicioso, inspirador, irresistível.

De R$92,20               Por R$46,10

_________________________________________________________________________

IDEIAS
100 técnicas de criatividade
Guy Aznar
Esta obra é uma preciosa ferramenta para transformar as limitações, os medos e as incertezas em propostas positivas, isto é, em ideias. Por meio de conselhos que estimulam a criatividade, métodos para aproveitar as técnicas existentes e exemplos concretos, Guy Aznar mostra que a criatividade aplicada à produção de ideias é um processo que pode ser desenvolvido, ensinado e organizado.

De R$71,90                Por R$35,95

_________________________________________________________________________

MEDIA TRAINING
Como agregar valor ao negócio melhorando a relação com a imprensa
Luciane Lucas (org.)
Tomando por base a realidade do mercado, a obra traz aos gestores e executivos informações práticas sobre como lidar com a mídia no cotidiano. Escrito por profissionais renomados, mostra como agir em entrevistas, conduzir coletivas e lidar com a imprensa em situações de crise, explicitando as vantagens de uma política de comunicação permanente com a mídia.

De R$57,60                Por R$28,80

_________________________________________________________________________

MUNDO DOS JORNALISTAS
Isabel Travancas
Indicado na bibliografia dos melhores cursos de comunicação do país, este livro faz uma análise minuciosa da profissão de jornalista. Abordando a rotina do repórter e a construção da identidade desse profissional, a autora compõe um rico mosaico, enriquecido com o depoimento de grandes personalidades, como Janio de Freitas e Zuenir Ventura. Fundamental para estudantes e profissionais.

De R$44,90                Por R$22,45

_________________________________________________________________________

ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS
Manual para planejamento e execução
Edição revista e atualizada
Cleuza G. Gimenes Cesca
Este livro aborda a realização de eventos na área empresarial com objetivos de divulgação, promoção, relações públicas etc. São estudados os aspectos fundamentais na escolha e definição de eventos. Unindo larga experiência de docente ao conhecimento prático, a autora criou um guia seguro para os profissionais e estudantes de RP, turismo, recursos humanos e publicidade.

De R$51,00            Por R$25,50

_________________________________________________________________________

PRODUÇÃO DE RÁDIO
Um guia abrangente da produção radiofônica
Robert Mcleish
Amplo e minucioso manual sobre como fazer rádio. Vai da descrição das características próprias do meio aos diversos formatos e tipos de programas, passando pela produção de comerciais e por processos, de avaliação dos trabalhos radiofônicos. O livro contém uma análise atualizada da força e das fraquezas do rádio e de como o domínio desses fatores pode ajudar em critérios de seleção e produção de programas.

De R$92,30                Por R$46,15

_________________________________________________________________________

Amanhã, 30/8,sexta-feira, livros de CORPO E MOVIMENTO em oferta!
_________________________________________________________________________

RENATO MODERNELL LANÇA “A NOTÍCIA COMO FÁBULA” NO ESPAÇO CULTURAL JOÃO CALVINO, EM SÃO PAULO

A Editora Mackenzie e a Summus Editorial convidam para o lançamento do livro A notícia como fábula, do escritor, jornalista e professor Renato Modernell. A noite de autógrafos será no dia 7 de novembro, quarta-feira, às 17h30, no Espaço Cultural João Calvino, que fica na Rua da Consolação, 930 – São Paulo.

O livro, pelo próprio autor: http://www.gruposummus.com.br/blog/?p=883

Na obra, Modernell examina a forma pela qual a realidade e a ficção se entrelaçam nos textos jornalísticos, analisando textos publicados em diferentes veículos e em épocas diversas.

O autor parte do pressuposto de que aquilo que consideramos “fato” e “imaginação” tem limites mais tênues e permeáveis do que comumente se supõe. “Sabemos que, em princípio, a missão do jornalista é narrar o que aconteceu, enquanto a do ficcionista é flanar no que poderia ter acontecido. Porém, desde quando essas categorias se separam como a água e o óleo? Não podemos negar que a arte da escrita (e isso vale para ambos os casos) tem poderes de envolvimento muito eficazes”, afirma o jornalista.

O livro é resultado de um estudo de mestrado concluído em 2004, na USP, e aprofundado posteriormente pelo autor. Um trabalho que dialoga com a fantasia e não se limita ao repertório conceitual das áreas mais familiares de Modernell, como o jornalismo e a literatura. Suas reflexões passeiam, sem muita cerimônia, pelos domínios da filosofia, da mitologia e da arte. O texto por vezes assume a leveza da crônica, sem que isso prejudique seu rigor acadêmico.

Com base em uma larga experiência simultânea com o jornalismo e a narrativa ficcional, Modernell acredita que um texto de qualidade, assim como o voo de um pássaro, desafia os limites territoriais entre a realidade e a imaginação. Ao criar o conceito dos fatores de fabulação, ele aponta uma série de recursos de escrita capazes de “ficcionalizar” o texto jornalístico. Esses artifícios sutis escapam à percepção não só de quem lê, mas até de quem escreve.

Destinado a estudantes de jornalismo e a todos os que se interessam pela arte da escrita, seja ela baseada na realidade ou na imaginação, a obra tem como principal objetivo estimular a consciência crítica das novas gerações de jornalistas, contribuindo para uma postura diferente no trato da informação e no ofício da escrita.

Para saber mais sobre o livro, acesse:
http://www.gruposummus.com.br/gruposummus/livro/1317/NOT%C3%8DCIA+COMO+F%C3%81BULA,+A

CICLO DE PALESTRAS NA USP DESTACA NOVAS FORMAS DE COMUNICAÇÃO ENTRE MARCA E CONSUMIDOR

Summus apoia nona edição do Ciclorama, que discute processos de interação das empresas com o público.

Nos dias 5, 6 e 7 de novembro, a Agência de Comunicações Eca Jr. promoverá o Ciclorama 9, um ciclo de palestras, debates e exposições de cases das áreas de Relações Públicas e Publicidade com o tema: “Interação ou não? As novas formas de comunicação entre marca e consumidor”. Com a participação de uma ampla gama de palestrantes que vão desde professores e pesquisadores a diretores de empresas e grandes agências, o evento visa a aproximar o ambiente acadêmico da realidade do mercado das comunicações.

Abordando diversos temas, como Experiência de Marca, Storytelling e Transmídia, Gestão de Crises de Imagem, Comunicação com a Nova Classe Média, Sustentabilidade e Greenwashing e cases de sucesso em Mídias Sociais, o Ciclorama contará com participantes de agências como AlmapBBDO, AgênciaClick Isobar, DM9DDB, Wunderman e Ketchum, e empresas como Walmart e Nova Pontocom.

Busca-se, nesta edição, mapear tendências contemporâneas e delinear caminhos para campanhas publicitárias e estratégias comunicacionais que atendam às demandas de um público cada vez mais informado, exigente e conectado, que ocupa um lugar cada vez mais ativo nas relações de consumo.

Serviço:

Data: 5,6 e 7 de novembro
Horário: 14h30 às 18h e 18h10 às 22h
Local: Av. Professor Lúcio Martins Rodrigues, 443 – Cidade Universitária
Período vespertino: Prédio CRP na sala 3
Período Noturno: Auditório Paulo Emílio – Prédio da Administração
Informações: (11)3481-1777ou (11)3091-4405 e ciclorama@ecajr.com.br

Venda de ingressos:

Inscrições abertas ao público em geral, a partir de 23/10
Agência de Comunicações ECA Jr.
Av. Professor Lúcio Martins Rodrigues, 443/ Prédio 3- sala 2
R$25,00 o pacote ou R$ 8,00 por período
Pela internet: www.ecajr.com.br/ciclorama9

Conheça os livros de Relações Públicas e Comunicação Empresarial da Summus, acessando: http://bit.ly/Vb9x7C

CLEUZA CESCA LANÇA RELAÇÕES PÚBLICAS PARA INICIANTES NA LIVRARIA SARAIVA EM CAMPINAS

A Summus Editorial e a Livraria Saraiva (Campinas – SP) promovem no dia 23 de agosto, quinta-feira, a partir das 19h30, a noite de autógrafos do livro Relações públicas para iniciantes, de Cleuza Gimemes Cesca. Partindo da constatação de que muitos alunos iniciantes do curso de relações públicas têm dúvidas sobre a própria profissão, a autora escreveu um livro didático para subsidiar estudantes e profissionais em início de carreira. A livraria fica no Shopping Center Iguatemi Campinas (Av. Iguatemi, 777 – Vila Brandina, Campinas – SP).

Embora nos dias de hoje boa parte das empresas disponha de um setor de relações públicas (próprio ou terceirizado), a nomenclatura da atividade não é bem compreendida no mercado de trabalho. Esse desconhecimento acaba, muitas vezes, transferindo as funções dos profissionais da área para outros setores. Isso faz que essa atividade, imprescindível em todos os tipos de organização, fique relegada a segundo plano. Outra dificuldade é a falta de bibliografia didática sobre o assunto, o que em geral desmotiva os candidatos ao curso. No livro, Cleuza, uma das maiores especialista da área, esclarece a atividade e as funções exercidas por um profissional de RP. Com exemplos práticos, mostra o caminho das pedras para quem quer entender a profissão.

Profissional e professora de relações públicas há muitos anos, Cleuza acredita que parte dos alunos ingressa em faculdades de relações públicas sem saber exatamente do que trata a profissão e permanece assim ao longo do primeiro ano. “Nesse período os cursos oferecem, regra geral, as disciplinas de formação humanística, ficando as de formação técnica para mais tarde”, afirma.

Por outro lado, a autora avalia que trazer para os primeiros semestres as discipli­nas de conhecimento específico, técnico, e deixar para os últimos as de formação humanística seria ainda mais desinteressante para parte dos estudantes. “Acredita‑se, portanto, que a leitura de um livro que traga infor­mações completas sobre a profissão fará que, a par desse conteúdo, os estudantes assimilem com prazer as importantes disciplinas de formação humanística até chegarem às matérias de conhecimento específico”, completa.

Para saber mais sobre o livro, acesse:
http://www.gruposummus.com.br/gruposummus/livro/1312/Rela%C3%A7%C3%B5es+p%C3%BAblicas+para+iniciantes