LIVROS DAS EDIÇÕES GLS COM 50% DE DESCONTO!

A nossa superpromoção vai só até amanhã, dia 8/9!! Fique atento e aproveite as oportunidades para você e para presentear: a seleção muda logo após a meia-noite!

Hoje tem livros da GLS pela METADE DO PREÇO!! Veja os seis títulos com 50% de desconto:
.

APARTAMENTO 41

Nelson Luiz de Carvalho
Depois de quinze anos de casamento, Leonardo decide sacrificar sua vida estável a fim de descobrir novos sentimentos e uma identidade verdadeira. Excluído dos padrões estabelecidos pela sociedade, o personagem deve enfrentar conflitos comuns a todos nós – Como encontrar novos parceiros? Que lugares freqüentar? –, acentuados pelo preconceito e pela falta do contato diário com o filho de cinco anos.

De R$39,90                  Por R$19,95
_________________________________________________________________________

CINE ARCO-ÍRIS
100 anos de cinema LGBT nas telas brasileiras
Stevan Lekitsch
Entediado com os filmes em que o mocinho fica com a mocinha? Em que o bandido é mau e o mocinho é bom? Eles estão longe da sua realidade? Seus dias de filmes chatos acabaram! Neste pequeno guia, os mocinhos choram e ficam com os mocinhos; as mocinhas amam e batem nas mocinhas; bandidos e bonzinhos acabam juntos. A obra também traz histórias de bastidor, curiosidades técnicas e muito mais. 

De R$71,00                  Por R$35,50
_________________________________________________________________________

 

GRRRRLS – GAROTAS IRADAS
Vange Leonel
A festejada cantora, compositora e autora da peça As sereias da Rive Gauche comenta aqui, com ironia e muito conhecimento de causa, os variados aspectos da vida, da cultura e dos relacionamentos das lésbicas modernas. 

De R$39,90                  Por R$19,95
_________________________________________________________________________

HEROÍNAS SAEM DO ARMÁRIO, AS
Literatura lésbica contemporânea
Lúcia Facco
Os romances lésbicos produzidos atualmente não chegam a ter o status de subliteratura, porém de paraliteratura: costumam ser ignorados tanto pela crítica quanto pela academia. Para preencher essa escandalosa lacuna, Lúcia Facco, mestre em Literatura Brasileira pela UERJ, analisa cinco romances escritos por e dirigidos a lésbicas. O formato de seu trabalho já lembra um romance, construído na forma de cartas que a personagem envia a amigas e professores a respeito de sua orientação sexual. Leitura acessível, raro estudo teórico sobre o tema. 

De R$49,40                  Por R$24,70
_________________________________________________________________________

MATÉRIA BÁSICA
Márcio El-Jaick
“Eu, 39 anos, ex-combatente de muitas guerras perdidas, jornalista experiente, cínico contumaz, colecionador de historietas, um Grande Amor deixado para trás, muitas aventuras impronunciáveis, viajado, calejado, agora agarrado à desilusão como a um porto seguro supremo. Eu, encantado a ponto de sentir a formação de despenhadeiros por um menino de 22 anos, candidato a estagiário, com sorridentes olhos castanhos. Lamentável.” Assim se define o protagonista deste romance ágil e inteligente. Leitura imperdível.

De R$38,40                  Por R$19,20
_________________________________________________________________________


UM ESTRANHO EM MIM
Marcos Lacerda
Este romance nos conta a história de Eduardo, um bem-sucedido médico de meia-idade, e do seu amor por Alexandre, um garoto de 17 anos. Ousado e longe dos moralismos tradicionais, Um estranho em mim é um mergulho na alegria, no desespero, no abandono e na dor de quem já experimentou o que é amar – e perder. 

De R$49,40                  Por R$24,70
_________________________________________________________________________

Amanhã, 8/9, domingo, último dia de promoção, tem livros de SAÚDE em oferta! 
_________________________________________________________________________

AUTOR DO LIVRO “MUITO ALÉM DO ARCO-ÍRIS” DÁ ENTREVISTA AO SITE IG

Em entrevista ao site IGay, o psicólogo Klecius Borges, autor do livro Muito além do arco-íris, que acaba de ser lançado pelas Edições GLS, fala sobre o comportamento do personagem Félix, da novela Amor à vida, da TV Globo, e sobre o seu livro. Leia a íntegra: http://goo.gl/pPpRw

Será que os casais homossexuais têm os mesmos problemas de relacionamentos que os casais heterossexuais? As mesmas dúvidas, os mesmos dilemas, as mesmas preocupações? Para o autor, a resposta é simples: não. Pioneiro na aplicação da terapia afirmativa no Brasil – modalidade psicoterápica que se ocupa especificamente das questões comuns enfrentadas por esse público –, ele afirma que as questões sobre relacionamento estão no topo da lista dos assuntos levados ao consultório.

O que falta para esse público, segundo ele, é informação, já que são raras as referências ou representações sobre a natureza dessas relações.

No livro Muito além do arco-íris, Borges começa a corrigir essa escassez de informação. Apresentando uma seleção de casos tratados de uma perspectiva não heternormativa, ele aborda assuntos como autoaceitação, visibilidade social, homofobia e preconceito, abrindo caminho para a autorreflexão e a transposição de barreiras na busca de uma vida mais equilibrada e feliz.

“Por mais que certas questões relacionais sejam comuns a todos os indivíduos, afirmar que casais são casais, não importando sua orientação e identidade sexual, é no mínimo um reducionismo. Para mim, essa atitude é inaceitável”, diz Klecius.  Segundo ele, essa afirmação desconsidera as dinâmicas psíquicas e sociais envolvidas nas vivências e experiências de indivíduos e casais submetidos a uma cultura não apenas heteronormativa, mas muitas vezes opressora e dominada, ainda hoje, por práticas e atitudes fortemente discriminatórias.

Para saber mais sobre o livro, acesse:
http://www.gruposummus.com.br/gruposummus/livro/1338/Muito+al%C3%A9m+do+arco-%C3%ADris

AS EDIÇÕES GLS APOIAM A LUTA CONTRA A HOMOFOBIA

“Para o armário, nunca mais! – União e conscientização na luta contra a homofobia” é o tema da 17ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, marcada para o dia 2 de junho.

Para celebrar o Mês do Orgulho LGBT, as Edições GLS oferecem TODOS os seus livros com 30% de desconto, apenas de 29 de maio a 2 de junho. Corra e aproveite!

Para mais informações sobre o Mês do Orgulho LGBT, acesse: http://www.paradasp.org.br/

Confira todos os livros em promoção, acessando http://www.gruposummus.com.br/gruposummus/categoria/GLS e conheça abaixo alguns deles:
APARTAMENTO 41
Nelson Luiz de Carvalho

Depois de quinze anos de casamento, Leonardo decide sacrificar sua vida estável a fim de descobrir novos sentimentos e uma identidade verdadeira. Excluído dos padrões estabelecidos pela sociedade, o personagem deve enfrentar conflitos comuns a todos nós – Como encontrar novos parceiros? Que lugares frequentar? –, acentuados pelo preconceito e pela falta do contato diário com o filho de cinco anos.

De R$ 39,90                        Por R$ 27,90

________________________________________________________________________

CINE ARCO-ÍRIS
100 anos de cinema LGBT nas telas brasileiras
Stevan Lekitsch

Entediado com os filmes em que o mocinho fica com a mocinha? Em que o bandido é mau e o mocinho é bom? Eles estão longe da sua realidade?
Seus dias de filmes chatos acabaram! Neste pequeno guia, os mocinhos choram e ficam com os mocinhos; as mocinhas amam e batem nas mocinhas; bandidos e bonzinhos acabam juntos.
A obra também traz histórias de bastidor, curiosidades técnicas e muito mais.

De R$ 71,00                        Por R$ 49,70

________________________________________________________________________

GRRRRLS – GAROTAS IRADAS
Vange Leonel

A festejada cantora, compositora e autora da peça As sereias da Rive Gauche comenta aqui, com ironia e muito conhecimento de causa, os variados aspectos da vida, da cultura e dos relacionamentos das lésbicas modernas.

De R$ 39,90                        Por R$ 27,90

________________________________________________________________________

SEXO SECRETO
Temas polêmicos da sexualidade
Claudio Picazio

Autor do também pioneiro “Diferentes desejos”, o psicólogo Claudio Picazio aborda aqui os temas mais espinhudos e freqüentemente expostos pela mídia, com grande distorção: papéis sexuais, homo e bissexualidade, garotos de programa, travestis, drags e perversões sexuais, entre outros. Organiza a matéria para que educadores possam usá-la na disciplina de orientação sexual e para tirar dúvidas de maneira clara e despreconceituosa, abrindo caminho para um exercício da sexualidade mais responsável e consciente pelos adolescentes.

De R$ 38,40                        R$ 26,90

________________________________________________________________________

LADO B
Histórias de mulheres
Lúcia Facco

“Eu vi. Ou melhor, eu a vi. Vinha andando com um colega, completamente molhada. A roupa colando no corpo, mas isso eu não vi. Eu vi apenas nascendo, nos cabelos curtos lisos e negros, fios de água que escorriam lentamente pela nuca […]”. Histórias sensíveis, inteligentes, sutis, de mulheres que vivem seus amores por outras mulheres sem alarde nem culpa. Da mesma autora de As heroínas saem do armário.

De R$ 32,20                        Por R$ 22,50

________________________________________________________________________

PARA A SUA JUKEBOX
Márcio El-Jaick

1989. O adolescente Caco está às vésperas de prestar vestibular, mas não sabe para que curso. Também está ciente de sua homossexualidade, mas não tem ideia do que fazer com ela. Diante dos hormônios em ebulição, ele já não consegue mais disfarçá-la. Na claustrofobia desse universo, com um tanto de culpa, um tanto de medo e muita vontade, aos poucos Caco criará uma matemática própria para resolver suas equações.

De R$ 65,90                        Por R$ 46,10

 

AUTOR DO LIVRO “CINE ARCO-ÍRIS” FAZ PALESTRA NA LIVRARIA DA VILA-LORENA

O jornalista Stevan Lekitsch faz palestra na Livraria da Vila (Al. Lorena – São Paulo), no dia 29 de maio, quarta-feira, a partir das 19h, sobre o livro Cine Arco-Íris – 100 anos de cinema LGBT nas telas brasileiras (Edições GLS). A obra reúne filmes com temática LGBT produzidos nos últimos 100 anos e traz mais de 270 resenhas que giram em torno de personagens lésbicas, gays, bissexuais e transexuais. A palestra acontece no auditório da livraria, que fica na Alameda Lorena, 1.731 – Jd. Paulista.

Tímida no início do século XX, profícua nos últimos anos, a produção de filmes com temática LGBT cresceu à medida que o preconceito diminuiu. Hoje, o público tem uma ampla gama de películas à disposição. No livro, Lekitsch apresenta uma seleção das melhores produções cinematográficas de cunho homo, bi ou transexual.

Fruto de mais de dez anos de pesquisa, o livro apresenta resenha, ficha técnica e curiosidades de bastidores de quase 300 filmes produzidos nos últimos 100 anos. “A ideia não era simplesmente fazer um compêndio de títulos. Procurei ir mais fundo, enfocando os filmes que tiveram importância histórica”, afirma Lekitsch. De clássicos como Morte em Veneza a filmes polêmicos como Transamérica, a obra traz o melhor da produção nacional e estrangeira.

O livro começa fazendo uma análise histórica do surgimento do cinema, em 1895, e chega até o fim da década de 1940 – época em que não havia tanta liberdade para abordar a temática LGBT. Ainda assim, encontram-se boas surpresas, como o sinistro Festim diabólico, de Alfred Hitchcock, em que a homossexualidade dos protagonistas fica apenas subentendida. Outro destaque é o drama histórico A rainha Cristina, estrelado por Greta Garbo, que faz o papel de uma monarca bissexual.

Para saber mais sobre o livro, acesse:
http://www.gruposummus.com.br/gruposummus/livro//Cine+arco-%C3%ADris

Serviço 

Evento: Palestra com Stevan Lekitsch sobre o livro “Cine Arco-Íris”
Data: 29 de maio, quarta-feira
Hora: 19h
Local: Livraria da Vila
Endereço: Alameda Lorena, 1.731 – Jd. Paulista*
Informações: 11-3062-1063

*auditório

PROGRAMA ARTE 1 NO CINEMA EXIBE ENTREVISTA COM STEVAN LEKITSCH NESTA QUINTA-FEIRA

O jornalista Stevan Lekitsch, autor do livro Cine arco-íris – 100 anos de cinema LGBT nas telas brasileiras (Edições GLS), participa do programa Arte 1 no Cinema, nos canais 101 da Sky e 115 da Net, nesta quinta-feira, dia 28 de março, às 22h30.  Na reportagem, ele fala sobre as melhores produções cinematográficas que giram em torno de personagens lésbicas, gays, bissexuais e transexuais.

Tímida no início do século XX, profícua nos últimos anos, a produção de filmes com temática LGBT cresceu à medida que o preconceito diminuiu. Hoje, o público tem uma ampla gama de películas à disposição. Em Cine arco-íris – 100 anos de cinema LGBT nas telas brasileiras, Lekitsch apresenta uma seleção das melhores produções cinematográficas de cunho homo, bi ou transexual.

Fruto de mais de dez anos de pesquisa, o livro apresenta resenha, ficha técnica e curiosidades de bastidores de quase 300 filmes produzidos nos últimos 100 anos. “A ideia não era simplesmente fazer um compêndio de títulos. Procurei ir mais fundo, enfocando os filmes que tiveram importância histórica”, afirma Lekitsch. De clássicos como Morte em Veneza a filmes polêmicos como Transamérica, a obra traz o melhor da produção nacional e estrangeira.

O livro começa fazendo uma análise histórica do surgimento do cinema, em 1895, e chega até o fim da década de 1940 – época em que não havia tanta liberdade para abordar a temática LGBT. Ainda assim, encontram-se boas surpresas, como o sinistro Festim diabólico, de Alfred Hitchcock, em que a homossexualidade dos protagonistas fica apenas subentendida. Outro destaque é o drama histórico A rainha Cristina, estrelado por Greta Garbo, que faz o papel de uma monarca bissexual.

Nos anos 1950, com a relativa abertura vivenciada depois do fim da Segunda Guerra Mundial, os filmes começam a abordar a homo, a bi e a transexualidade de maneira mais ousada. É o caso, por exemplo, de Glen ou Glenda, do polêmico diretor Edward D. Wood Jr., que fala sobre travestismo e mudança de sexo – isso em 1953. Outro sucesso da época é A malvada, com Bette Davis no papel de uma atriz de Hollywood que mantém um relacionamento platônico com a secretária.

A partir da década de 1960, aumentam as produções de cunho LGBT, inclusive no Brasil, apesar da censura promovida pela ditadura militar instaurada em 1964. Um dos destaques mundiais é Satyricon, dirigido por Federico Fellini, que retrata as vicissitudes do reinado do imperador romano Nero. Na Itália, Pier Paolo Pasolini provoca escândalo com Teorema. Em terras brasileiras, Noite vazia, de Walter Hugo Khouri, está entre os destaques.

Mas é a partir dos anos 1970 que o cinema LGBT dá uma guinada. A liberação sexual faz que a produção aumente progressivamente, chegando a mais de 5 mil filmes por ano. No Brasil, as pornochanchadas atingem o auge, alcançando grande sucesso de público. Entre as muitas pérolas da época estão Calígula, de Tinto Brass, Um dia de cão, de Sidney Lumet – protagonizado por Al Pacino, excelente no papel de um homem que assalta um banco para pagar a operação de mudança de sexo do companheiro –, e As lágrimas amargas de Petra von Kant, dirigido por Fassbinder. No Brasil, O cortiço, de Francisco Ramalho Jr., e A casa assassinada, dirigido por Paulo Cesar Saraceni, rendem boas bilheterias.

De 2000 em diante, os filmes gays saem definitivamente das sombras e passam a concorrer de igual para igual com outras produções. Surgem películas engajadas, como Antes do anoitecer, que traz Javier Barden no papel do escritor cubano Reynaldo Arenas, e Milk – A voz da igualdade, que rendeu a Sean Penn o Oscar de melhor ator por sua atuação como o primeiro gay assumido a ocupar um cargo público nos Estados Unidos. Mas talvez o maior destaque da década seja O segredo de Brokeback Mountain. Estrelado por Heath Ledger (que morreria três anos depois de overdose) e Jake Gyllenhaal, o filme rendeu o Oscar de melhor diretor a Ang Lee e deixou na memória dos espectadores cenas belíssimas.

De acordo com o autor Stevan Lekitsch, o número de filmes com temática LGBT tende a aumentar. “Apesar do crescimento de manifestações homofóbicas ao redor do planeta, o cinema gay vai continuar produzindo ainda mais filmes que destoem da heteronormatividade”, acredita.

Para saber mais sobre o livro, acesse:
http://www.gruposummus.com.br/gruposummus/livro//Cine+arco-%C3%ADris

 

 

 

EDIÇÕES GLS PARTICIPAM DA 1ª FEIRA DO LIVRO LGBT

Acontece no próximo sábado, dia 25 de agosto, das 14h às 22h, a 1ª Feira do Livro LGBT. O evento, que será realizado na Casa das Rosas (Av. Paulista, 37, São Paulo, SP), terá a participação das Edições GLS. Além da feira, haverá um sarau literário em comemoração ao Dia da Visibilidade Lésbica (29 de agosto). Vange Leonel (Grrrrls – Garotas iradas Balada para as meninas perdidas), Irineu Ramos (A TV no armário) e Stevan Lekitsch (Cine arco-íris) vão representar a editora na programação cultural. Serão cerca de 30 escritores e poetas gays, lésbicas, bissexuais e simpatizantes a falar de suas obras, que estarão à venda nos salões da Casa das Rosas.

Criada em 1998, a Edições GLS é dirigida a gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros. A editora surgiu para dar voz aos assuntos de interesse específico desses grupos, e também para pais, amigos, médicos, terapeutas e professores, para que possam compreender melhor seus filhos, amigos ou clientes.

A 1ª Feira do Livro LGBT é uma iniciativa da Editora Brejeira Malagueta e conta com o apoio da Secretaria de Estado da Cultura e Assessoria de Cultura para Gêneros e Etnias. A programação cultural terá ainda um pocket show da cantora Érica Pinna, que acontece das 20h às 21h. Veja abaixo a programação do sarau literário:

Não-ficção, das 14h30 às 15h30

Alexandre Calladinni, Jeito Calladinni de voar, Metanoia
Léa Carvalho, No caminho do arco-íris, Metanoia
Irineu Ramos, A TV no armário, Edições GLS
Tiago Elídio, Eu, Pierre Seel, Deportado Homossexual, Cassará
Stevan Lekitsch, Cine arco-íris, Edições GLS

Fantasia queer, das 15h30 às 16h30

Camila Fernandes, Cristina Lasaitis, Rober Pinheiro, Sarah Helena, A fantástica literatura queer, Tarja

Sarau, das 16h30 às 17h30

Ana Roxo, independente
Claudia Monteiro, Versejando, ed própria
Clayton Menezes, No divã do âmago, ed própria
Rita Moreira, Perscrutando o papaia, Brasiliense
e outras

Ficção gay, das 17h30 às 18h30

Davy Rodrigues, Proibido amor, Metanoia
Kiko Riaze, Depois de sábado à noite, Fábrica de Leitura
Plínio Camillo, O namorado do papai ronca, Prólogo
Rafael Ban Jacobsen, Uma leve simetria, Não Editora
Roberto Muniz, Adeus a Aleto, Escândalo

Ficção lésbica, das 18h30 às 19h30

Bertha Solares, Uma ano, dois verões, Brasiliense
Drikka Silva, Glamour, Brejeira Malagueta
Karina Dias, Aquele dia junto ao mar, Brejeira Malagueta
Lara Lunna, Victória alada, Sanderman
Vange Leonel, Grrrrls – Garotas iradas, Edições GLS; As sereias da Rive Gauche, Brasiliense

  • Serviço:

1ª FEIRA DO LIVRO LGBT
Data: 25 de agosto, sábado
Local: Casa das Rosas
Endereço: Av. Paulista, 37 (perto do metrô Brigadeiro e da Praça Osvaldo Cruz)

Para saber mais sobre os livros das Edições GLS, acesse: