Franthiesco Ballerini, autor da Summus, se tornou novo membro da Associação Brasileira de Críticos de Arte (ABCA). Fundada em 1949, a ABCA representa a Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA) no Brasil, busca promover a aproximação e o intercâmbio entre profissionais que atuam como críticos de arte e incentivar a pesquisa e a reflexão no campo da cultura e educação, promovendo debates, encontros nacionais e internacionais e produção intelectual por meio do Jornal da ABCA.

Finalista do 60º Prêmio na categoria Economia Criativo com o livro ‘Poder Suave – Soft Power’, Franthiesco Ballerini é jornalista e doutorando em Comunicação Midiática, Processos e Práticas Socioculturais, com especialização em audiovisual e jornalismo cultural.

Seus livros são referência no mercado. Diário de Bollywood é o primeiro livro em língua portuguesa sobre o cinema indiano no mundo; Cinema Brasileiro no Século 21 é consulta obrigatória para quem estuda e trabalha com audiovisual no Brasil; Jornalismo Cultural no Século 21 é fruto de três anos de pesquisa e atualização editorial nesta especialização; e Poder Suave – Soft Power, com prefácio do ex-ministro da Cultura Juca Ferreira, é publicação única no mundo, abordando o poder de persuasão da arte e entretenimento. Em 2020, lançou História do Cinema Mundial, com prefácio de Walter Carvalho (‘Central do Brasil’). Produziu filmes, como os documentários Bollyworld e Legacy, este feito para a marca italiana Giorgio Armani, além de ‘Nome’, seu primeiro trabalho de direção e roteiro, tendo participado de seis festivais nacionais e internacionais.

Conheça abaixo sua mais recente obra pela Summus:

.

HISTÓRIA DO CINEMA MUNDIAL
Autores: Franthiesco Ballerini

Fruto de três anos de profundas pesquisas, História do cinema mundial traz um viés inédito para o estudo do tema: o enfoque geográfico e cultural da sétima arte. Na primeira parte do livro, Franthiesco Ballerini explica como se formaram as principais indústrias cinematográficas do mundo, como Hollywood e Bollywood. Em seguida, passeia pelos movimentos cinematográficos mais emblemáticos do planeta – como o Neorrealismo italiano e a Nouvelle Vague francesa. Na terceira parte, o autor faz uma análise detalhada do melhor cinema feito em cada continente, detalhando aspectos culturais, estéticos e de linguagem. Utilizando o didatismo que lhe é característico, Ballerini se dirige a estudantes de artes e comunicação, profissionais do cinema e do audiovisual, professores e artistas. Na obra, o leitor também encontrará:

  • pequenas sinopses dos filmes mais importantes;
  • curiosidades sobre os bastidores da indústria cinematográfica;
  • listas com os filmes fundamentais;• lindas fotografias que ajudam a contar a história de cada capítulo;
  • índice onomástico composto por todas as películas citadas e por diretores, atores e produtores.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Entre com seu e-mail para receber ofertas exclusivas do Grupo Summus!

    X