‘COMER PEIXE AJUDA NA PREVENÇÃO DA DOENÇA DE PARKINSON’

Há muito tempo que o peixe é ligado à melhoria da saúde cognitiva a longo prazo, mas as razões para isso nunca foram muito claras. Acreditava-se apenas que isso poderia ter alguma relação com os ácidos graxos ômega-3 e ômega-6. Agora, um novo estudo da Chalmers University of Technology, na Suécia, descobriu que a proteína parvalbumina, comum em muitas espécies de peixes, contribui para esse efeito.

Uma das características da doença de Parkinson é a ormação de uma proteína chamada alfa-sinucleína. O que os pesquisadores de Chalmers descobriram agora é que a parvalbumina pode formar estruturas amilóides que se ligam à proteína alfa-sinucleína. Simplificando, a parvalbumina “limpa” eficazmente as proteínas da alfa-sinucleína, utilizando-as para seus próprios propósitos, evitando assim que elas formem amilóides potencialmente prejudiciais.

“A parvalbumina recolhe a alfa-sinucleína e impede que ela se agregue, simplesmente se agregando primeiro”, explica Pernilla Wittung-Stafshede, principal autora do estudo. Com a proteína parvalbumina tão abundante em certas espécies de peixes, aumentar a quantidade de peixe em nossa dieta pode ser uma maneira simples de combater a doença de Parkinson. Arenque, bacalhau, carpa e peixe vermelho, incluindo salmão e pargo, têm níveis particularmente altos da proteína.

Outras doenças neurodegenerativas, incluindo Alzheimer, também são causadas por certas estruturas amilóides que interferem no cérebro. Por esse motivo, a equipe está interessada em pesquisar este tópico mais adiante, para ver se a descoberta relacionada à doença de Parkinson poderia ter implicações em outros distúrbios neurodegenerativos.

A autora do estudo ainda enfatiza a importância de encontrar maneiras de combater essas condições neurológicas no futuro: “Essas doenças vêm com a idade e as pessoas estão vivendo mais e mais. Haverá uma explosão dessas doenças no futuro – e a parte assustadora é que, atualmente, não temos cura. Então, precisamos dar seguimento a qualquer coisa que pareça promissor.”

Matéria publicada no VivaBem, em 24/04/2018. Para lê-la na íntegra, acesse: https://vivabem.uol.com.br/noticias/redacao/2018/04/24/comer-peixe-ajuda-na-prevencao-da-doenca-de-parkinson.htm

Quer saber mais sobre a Doença de Parkinson? Conheça o livro:

CONHECENDO MELHOR A DOENÇA DE PARKINSON
Uma abordagem multisciplinar com orientações práticas para o dia a dia
Organizador: João Carlos Papaterra Limonji
PLEXUS EDITORA

Um livro especializado, com textos atraentes, simples, dirigido ao leitor que precisa de mais informação do que aquela recebida no consultório médico. Esclarece as mudanças que a enfermidade ocasiona, auxiliando tanto o portador da doença quanto a sua família. Inclui informações sobre a doença em si, exposição ilustrada de exercícios físicos, recomendações para melhorar o desempenho no falar e esclarecimentos sobre alimentação adequada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*