‘ASTROLOGIA PARA EMPRESAS GANHA ESPAÇO COM INCERTEZA ECONÔMICA’

A incerteza econômica é tão forte e as mudanças, tão rápidas, que empresários buscam todas as formas possíveis de se antecipar ao futuro.

Nesse cenário, um dos métodos que ganha espaço é a astrologia. Entre 2014 e 2015, as buscas pelo termo “mapa astral” no Google quadruplicaram, após trajetória de queda de 80% entre 2005 e 2013.

“A volúpia pelo futuro hoje é tão grande que muitos empresários preferem tentar vários caminhos: fazem todos os métodos de previsão, análise de tendências e também outros mais heterodoxos, como astrologia”, diz Silvio Passarelli, diretor da faculdade de administração da Faap.

Segundo o astrólogo Maurício Bernis, a lógica é a de que, assim como a posição relativa dos astros influencia o indivíduo, ela também afeta empresas e investimentos.

Em outubro, ele lançou a Astroinvest, primeira consultoria de astrologia empresarial e financeira do Brasil que oferece assinaturas a partir de R$ 15,30 ao mês.

Entre os serviços oferecidos estão previsões sobre tendências da economia em geral e mapa astral de empresas.

Há dez anos, Ignácio Zurita, 65, ouve Bernis antes de tomar decisões importantes para a Avita Incorp, construtora e incorporadora de imóveis da qual é sócio.

Ele usa as previsões para organizar sua agenda de reuniões, definir datas para compra de terrenos, lançar um novo empreendimento e contratar ou demitir funcionários. Zurita paga R$ 3.000 por mês pelo serviço.

“Tenho muitos companheiros da área que, se eu contar que aplico astrologia, vão pensar que sou maluco.”

Segundo Passarelli, empresários têm vergonha de admitir que consultam astrólogos.

Raymundo Magliano Neto, diretor da corretora de valores Magliano, usa o mapa astral para avaliar o potencial de novos negócios. “Não custa nada dar sua data e horário de nascimento. As pessoas acham estranho, mas quem quiser fazer negócio comigo, terá que ser assim”, diz.

Pelas previsões, o empresário paga cerca de R$ 1.000 por mês a Bernis. Ele diz que existe uma margem de erro nas análises, mas que em geral elas funcionam.

Segundo o presidente da Astroinvest, o percentual de acerto de suas previsões é de 70%, com base nos resultados de mais de 600 empresas.
Texto de Fernanda Perrin, publicado na Folha de S. Paulo em 18/01/2016. Para ler a matéria na íntegra, acesse: http://bit.ly/1V28AZy

***

Conheça o livro“ O caminho da realização com a agricultura celeste”, do astrólogo Mauricio Bernis:

20089O CAMINHO DA REALIZAÇÃO COM A AGRICULTURA CELESTE
Autor: Maurício Bernis
EDITORA ÁGORA

Exposta em linguagem prática e direta, a metodologia da agricultura celeste foi desenvolvida por Maurício Bernis para aqueles que buscam a autorrealização mas evitam clichês místicos e esotéricos. Ela soma conhecimentos de diversas vertentes filosóficas e de psicologia junguiana e se expressa por meio da astrologia. O símbolo do processo é a árvore, que espelha as energias da vida e da natureza – vem daí o nome da obra.

 

 

 

 

‘DE OLHO NO CÉU, ASTRÓLOGOS JUSTIFICAM LIDERANÇA FEMININA NAS ELEIÇÕES’

Os astrólogos Barbara Abramo e Maurício Bernis contam como o céu pode influenciar as eleições deste ano no vídeo a seguir.

“No meio do céu do Brasil tem um Saturno junto com a Lua para esse ano, e a lua rege as mulheres”, diz Bernis.

Barbara reafirma: “O segundo turno está muito bom para as elas. Tem um aspecto lindo de mulheres.”

Sob esse olhar favorável às candidatas Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PSB), o astrólogo conclui: “Há aí um erro estratégico do Aécio [Neves, presidenciável do PSDB] de não por uma mulher de vice.

Os astrólogos ainda apontam mudanças à vista.

Para Abramo, que publica o horóscopo da Folha e estuda astrologia política, o acidente que tirou a vida do presidenciável Eduardo Campos (PSB) coincide com um ciclo astral que, em 1954 e 1985, foi marcado pelas mortes de Getúlio Vargas e Tancredo Neves.

Para Bernis, perito em previsões sobre finanças, o mapa astral do país revela solavancos na economia brasileira até meados de 2015.

Matéria publicada originalmente na Folha de S.Paulo, em 04/09/2014. Para lê-la na íntegra, acesse: http://www1.folha.uol.com.br/multimidia/videocasts/2014/09/1510683-de-olho-no-ceu-astrologos-justificam-lideranca-feminina-nas-eleicoes-veja.shtml

***

20089Maurício Bernis é autor do livro “O caminho da realização com a agricultura celeste“, publicado pela Ágora. Exposta em linguagem prática e direta, a metodologia da agricultura celeste foi desenvolvida por Maurício Bernis para aqueles que buscam a autorrealização mas evitam clichês místicos e esotéricos. Ela soma conhecimentos de diversas vertentes filosóficas e de psicologia junguiana e se expressa por meio da astrologia. O símbolo do processo é a árvore, que espelha as energias da vida e da natureza – vem daí o nome da obra.